O técnico Diego Aguirre assumiu a responsabilidade pela derrota por 3 a 0 que o Inter sofreu para o Sport, na noite desta quarta-feira, na Ilha do Retiro, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador disse que assumiu os riscos por ter escalado vários reservas, dando continuidade ao rodízio de jogadores que promove no elenco da equipe, visando principalmente as semifinais da Copa Libertadores, cujo jogo de ida diante do Tigres, do México, será no próximo dia 15, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

“Foi uma derrota justa, o Sport jogou muito. Muito bem. Encontrou o gol em um erro nosso, mereceram o triunfo. Tentamos colocar em campo o time que achamos melhor, com tantos jogos que temos pela frente”, afirmou o comandante, que depois falou sobre a prioridade dada à competição continental. “Também pensamos na Libertadores e às vezes temos que assumir riscos e aí se pode ter uma derrota como essa”, completou.

Com uma formação bem diferente daquela que venceu o Santos por 1 a 0, no último domingo, no Beira-Rio, o time colorado levou os três gols do jogo desta quarta já no primeiro tempo. E Aguirre foi além ao dizer que sempre teve responsabilidade pelo resultados das partidas em que esteve à frente da equipe gaúcha. “Faz quase seis meses que estou aqui, eu assumo tudo. Sou o responsável. São 40 jogos e assumo os 40 jogos”, ressaltou.

O resultado negativo fez o Inter cair para a 11ª posição do Brasileirão, com 13 pontos, e consequentemente colocou pressão no time que será escalado para encarar o vice-líder Atlético-MG, domingo, às 18h30, no Beira-Rio. A equipe mineira está apenas dois pontos atrás do Sport, que se manteve na ponta isolada da tabela.