Aristzábal deu trabalho e ainda sofreu
a falta que originou o gol da vitória.

O Coritiba começou o campeonato brasileiro com o pé direito e bateu o Guarani por 1 a 0 ontem à noite, no Couto Pereira.

Pela atuação apresentada pelo Verdão, o resultado foi muito comemorado. “Não jogamos bem, mas conquistamos o objetivo de conquistar três pontos em casa”, resumiu o meia Luís Carlos Capixaba.

O cansaço, visivelmente, entrou em campo com o Coritiba. Após uma sequência de três jogos decisivos no intervalo de uma semana – dois da final do estadual e um pela Libertadores da América, era previsível que isso acontece.

O Alviverde até começou o jogo tentando mostrar quem manda no Alto da Glória, mas a juventude do time do Guarani, que tem média de idade de 20 anos, logo passou a fazer a diferença. Sem a velocidade habitual, o time do Coritiba ficou vulnerável.

Entretanto, um time campeão tem estrela. Numa das poucas investidas ao goleiro Jean, o Coritiba teve uma falta a seu favor aos 29 minutos, pelo lado direito. Uma jogada fatal para o lateral-direito Jucemar, exímio na bola a longa distância. Ele caprichou e mandou para o fundo da rede, decretando 1 a 0. O gol deixou o Guarani ainda com mais volúpia e o Coritiba passou a se desdobrar para se segurar.

No intervalo, o técnico Antônio Lopes teve que substituir Ataliba, com dores musculares, por Pepo. Como havia acontecido na primeira etapa, o Guarani voltou pressionando, na tentativa de arrancar ao menos um empate. Mas o meia Sidney facilitou a vida do Coxa. Aos 26 minutos, ele fez falta violenta em Aristizábal e foi expulso, uma vez que já tinha cartão amarelo. Com um adversário a menos, Antônio Lopes atendeu o pedido da torcida e chamou o veloz meia Rodrigo Batatinha para o jogo. O sacado, entretanto, surpreendeu: Luís Mário. Irritados, os torcedores ensaiaram um coro de burro para o treinador campeão paranaense. O atacante também saiu do gramado injuriado, mas preferiu evitar declarações polêmicas.

A mudança trouxe uma sensível melhora e o Coxa ainda teve duas chances de ampliar, com Aristizábal e com Tesser, que entrou no lugar de Jucemar e quase marcou à longa distância, aos 37 minutos. Mas o placar já estava sacramentado.

Outros resultados: Paysandu 3×3 Fluminense e Vasco 0x1 Criciúma.

CAMPEONATO BRASILEIRO
Local: Couto Pereira
Árbitro: Fabrício Neves Corrêa (RS)
Assistentes: Vili Tissot (RS) e Sérgio Butes Cordeiro Filho (RS)
Gol: Jucemar, aos 29 minutos do 1º tempo.
Cartões amarelos: Miranda, R.Nascimento, Marlon, Roberto, Reinaldo e Batatinha.
Cartão vermelho: Sidney
Público pagante: 7.139
Público total: 8.221
Renda: R$ 69.907,50

CORITIBA
1×0
GUARANI

CORITIBA
Fernando, Jucemar (Tesser), Miranda, R.Nascimento, Ricardinho, Márcio Egídio, Ataliba (Pepo), Capixaba, Luís Mário (Rodrigo Batatinha), Aristizábal, Tuta. Técnico: Antonio Lopes.

GUARANI
Jean, Paulo André, Juninho, Gláuber, Marlon, Roberto, Reinaldo (Ricardo Lobo), Sidney, Adílio, Alexandre (Jonatas), Evandro Roncatto (Caio). Técnico: Joel Santana.