Um velho ídolo da torcida rubro-negra está voltando à Baixada. O Atlético confirmou ontem a contratação do lateral-direito Alberto, 33 anos, que estava no Siena, da Itália. Ele chegará a Curitiba amanhã e assinará contrato até dezembro de 2009.

Alberto jogou pela primeira vez no Furacão em 1996, quando foi um dos destaques do Brasileirão. Eleito o melhor jogador de sua posição no campeonato, ele se destacou pelos cruzamentos precisos, que ajudaram a consagrar a dupla Oséas e Paulo Rink.

Com o prestígio em alta, em 1997 Alberto foi emprestado no primeiro semestre para o São Paulo. No final do ano, para o Cruzeiro, onde ficou no banco na decisão do mundial interclubes, no Japão. Em 1998, foi a vez do Flamengo, mas ele acabava sempre retornando ao Furacão.

A última passagem aconteceu em 1999, quando participou da conquista da Seletiva da Libertadores. Seu último jogo pelo clube foi justamente a decisão do torneio, contra o Cruzeiro, no Mineirão.

No início de 2000, Alberto foi negociado com a Udinese, da Itália, onde ficou até 2005, quando se transferiu para o Siena.

Os boatos de um suposto retorno à Baixada foram freqüentes nos últimos anos, mas até ontem nunca haviam se concretizado.

Agora, o lateral não esconde a ansiedade em vestir novamente a camisa rubro-negra. “Quando acertei o retorno, fiquei muito feliz. Para os meus amigos na Itália, sempre falava do clube e que, se fosse para voltar ao Brasil, queria voltar para o Atlético”, disse o jogador na página oficial do Furacão na internet.

Alberto chega para suprir uma posição extremamente carente no elenco atleticano. Com a contusão de Nei, que operou o joelho e só volta a jogar no ano que vem, o clube da Baixada ficou sem lateral-direito. Nos últimos jogos, o meia Rodriguinho e o volante Renan foram improvisados no setor.

A reestréia do antigo ídolo ainda deve demorar algumas rodadas, devido à documentação necessária para a transferência internacional. O reencontro com a galera rubro-negra, porém, acontecerá em breve.

“Chego a Curitiba domingo (amanhã) de manhã. Quero ver o jogo contra o Palmeiras e reencontrar a torcida. Para mim será muito emocionante voltar ao clube depois de nove anos. Espero que seja um reencontro bem legal com a torcida e também com o Atlético”, conclui.