A diretoria do Cruzeiro confirmou ontem o empréstimo do atacante Alecsandro para o Sporting, de Portugal, pelo período de um ano. O clube português pagará 500 mil euros (R$1,5 milhão) e terá prioridade na opção de compra – fixada em 3 milhões de euros (R$ 9 milhões).

A princípio, o Cruzeiro havia negociado Alecsandro com o Betis, no entanto, a equipe espanhola desistiu da contratação do atacante para poder fechar com Rafael Sóbis, principal jogador do Internacional na conquista da Libertadores.

Por esse motivo, o Cruzeiro entrará com uma ação na Fifa pedindo indenização por parte do clube espanhol. Alecsandro, de 25 anos, era um dos destaques da equipe mineira no Brasileirão. Em 44 jogos pelo time, o atacante marcou 20 gols. Alecsandro é filho do ex-jogador Lela, que atuou pelo Coritiba em 1985, quando o Alviverde foi campeão Brasileiro.

Enquanto isso o lateral-esquerdo argentino Sorín, ex-Cruzeiro, deixou o Villarreal, da Espanha. Os diretores do Hamburgo confirmaram a contratação do jogador, que estava no Villarreal, por US$ 3,9 milhões (R$ 7 milhões) . O argentino assinou contrato por três temporadas e será apresentado pelo clube alemão até o final desta semana.

Sorín, que se destacou no futebol brasileiro quando atuava pelo Cruzeiro, jogou 75 partidas com a camisa do Villarreal. No entanto, o treinador da equipe espanhola, o chileno Manuel Pellegrini, comunicou à diretoria que não pretendia contar com o lateral para esta temporada.

Filho do Tadeu

Quem também está se despedindo do futebol brasileiro é o atacante Diego Tardelli. O filho de Tadeu ex-meia do Londrina e Paraná Clube – jogará no PSV Eindhoven, da Holanda. Diego Tardelli se despediu do São Caetano na noite de ontem, na partida contra o Corinthians. Ele foi emprestado pelo São Paulo, clube ao qual está vinculado.