Londres – Acostumado a contratações milionárias, o Chelsea vai pagar a bagatela de US$ 1 (R$ 1,96) para tirar o zagueiro Alex do PSV Eindhoven, segundo o jornal londrino Daily Mail publicou ontem. O diário explica que o Chelsea já detinha os direitos do jogador desde 2004, quando ele deixou o Santos, mas o repassou ao PSV porque o jogador não obteve o visto de trabalho no futebol inglês.

Pelas regras locais, um estrangeiros precisa atuar em 75% dos jogos de sua seleção na temporada anterior. Alex vem sendo figura constante nas convocações de Dunga -foi chamado para os amistosos contra Inglaterra, dia 1.º de junho, e Turquia, dia 5 -, mas não atinge tal índice porque o técnico tem optado por Juan e Lúcio como titulares. Mesmo assim, o jogador será autorizado desta vez de forma excepcional, pelo seu bom desempenho no futebol holandês.

Triangulação

De acordo com o Daily Mail, foi o Chelsea, e não o PSV, que tirou Alex do Santos, em junho de 2004, por 5 milhões de libras (cerca de R$ 19 milhões, na cotação atual). E a transação teria sido fechada no fim de abril, quando Alex viajou para a Inglaterra e acompanhou no Stamford Bridge, o estádio do Chelsea a vitória por 1 a 0 sobre o Liverpool no primeiro jogo das semifinais da Liga dos Campeões – a equipe perdeu o segundo jogo pelo mesmo placar e foi eliminada nos pênaltis.

O negócio teve ?plena cooperação do PSV?, segundo o porta-voz do clube holandês, Pedro Salazar-Hewitt. Mas Alex terá de suar para garantir um lugar no time, que hoje tem como zagueiros Terry, capitão do Chelsea e da seleção inglesa, e o português Ricardo Carvalho – que ontem, dia de seu aniversário e véspera da decisão da Copa da Inglaterra contra o Manchester United, renovou seu contrato até junho de 2012.