São Paulo – “Não vamos jogar com complexo de inferioridade no Morumbi”, esse é o lema do time peruano Alianza Lima, que hoje enfrenta o São Paulo precisando vencer por dois gols de diferença para ir à segunda fase da Libertadores. Quem prega isso é o técnico da equipe, Gustavo Costas, que abusou ainda mais de seus dotes de orador: “Ter medo é inútil e seria, além do mais, o primeiro passo para a desclassificação.”

A equipe, com 9 pontos no grupo 4 (o São Paulo tem 12), deve atuar com três atacantes. O goleiro titular, Butrón, e o atacante Farfán sentiam problemas musculares, mas estão confirmados.