Fernando Alonso admitiu que, diante das circunstâncias, ainda estar na disputa pelo título da Fórmula 1 pode ser considerado “um milagre”. Embora não tenha desistido, o piloto espanhol da Ferrari reconheceu que o alemão Sebastian Vettel tem tudo para ser o campeão – o que pode acontecer já neste domingo, no GP do Japão. Para ele, estar em segundo lugar no campeonato já é uma grande conquista, diante do desempenho do seu carro.

“Se alguém começou a assistir a Fórmula 1 hoje ou ontem e você disser que o carro vermelho com um cara com capacete azul estão lutando pelo campeonato e em segundo, dirão que não é verdade. É um milagre”, afirmou Alonso. “Fizemos um milagre por 15 corridas e vamos tentar manter este milagre vivo para as cinco restantes”, completou o espanhol, que está a 77 pontos de Vettel no Mundial.

O próprio chefe da Ferrari, Stefano Domenicali, já admitiu, em entrevista ao jornal britânico The Independent, que a disputa está perdida, tamanha a vantagem de Vettel, que venceu as últimas quatro etapas da temporada e vem mostrando enorme superioridade com o carro da Red Bull

Antes da sexta colocação no GP da Coreia do Sul, no último domingo, Alonso tinha conseguido terminar em segundo lugar em três etapas seguidas – Bélgica, Itália e Cingapura. “Os três segundos lugares que tivemos foram acima da expectativa. Nós tínhamos um carro que dava para chegar em terceiro, quarto ou quinto”, avaliou o espanhol.