O espanhol Fernando Alonso, da Ferrari, venceu o Grande Prêmio da Alemanha, neste domingo (25), após o brasileiro Felipe Massa, que estava liderando, receber uma polêmica ordem para deixar o companheiro ultrapassá-lo.

O brasileiro deixou Alonso e Vettel para trás na largada e fez uma grande prova. Conseguiu conter os ataque do companheiro da equipe e se dirigia para a primeira vitõria da temporada. No entanto, na 49ª volta, Massa recebeu o recado de um engenheiro: “Fernando Alonso é mais rápido que você. Entendeu a mensagem?”. O brasileiro diminuiu a velocidade e deixou que Alonso o ultrapassasse.

Em 2002, no GP da Áustria, Rubens Barrichello, na época também correndo pela Ferrari, desacelerou pouco antes da linha de chegada para permitir que o companheiro Michael Schumacher cruzasse a linha em primeiro lugar.

O alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, ficou em terceiro lugar, seguido pelos britânicos da McLaren, Lewis Hamilton e Jenson Button. Rubens Barrichello, da Williams, terminou a prova em 12º. Bruno Senna, da Hispania, foi 19º, e Lucas di Grassi, da Virgin, não completou a prova.

Hamilton se mantém o líder do campeonato com 157 pontos. Button está em segundo, com 143, seguido de Webber e Vettel com 136 pontos cada um. Com a ultrapassagem sobre Massa e o primeiro lugar, Alonso fica em quinto no mundial, com 123 pontos.

Resultado do GP da Alemanha

1- Fernando Alonso (Ferrari)
2- Felipe Massa (Ferrari)
3- Sebastian Vettel (Red Bull)
4- Lewis Hamilton (McLaren)
5- Jenson Button (McLaren)
6- Mark Webber (Red Bull)
7- Robert Kubica (Renault)
8- Nico Rosberg (Mercedes)
9- Michael Schumacher (Renault)
10- Vitaly Petrov (Renault)
11- Kamui Kobayashi (BMW Sauber)
12- Rubens Barrichello (Williams)
13- Nico Hulkenberg (Williams)
14- Pedro de la Rosa (BMW Sauber)
15- Jaime Alguersuari (Toro Rosso)
16- Vitantonio Liuzzi (Force India)
17- Adrian Sutil (Force India)
18- Timo Glock (Virgin)
19- Bruno Senna (Hispania)

Não completaram a prova

Heikki Kovalainen (Lotus)
Lucas di Grassi (Virgin)
Sakon Yamamoto (Hispania)
Jarno Trulli (Lotus)
Sebastien Buemi (Toro Rosso)