Quando o empate parecia ser o resultado final do jogo, o América-MG fez seu gol com o zagueiro Vitor Hugo, já aos 42 minutos do segundo tempo, e conseguiu a vitória por 1 a 0 sobre o Paraná. O duelo disputado na noite desta terça-feira, no Independência, em Belo Horizonte, foi válido pela 11ª rodada da Série B do Brasileiro.

Com a vitória, o América-MG chega aos 20 pontos e se mantém no G4, o grupo que consegue o acesso. Além disso, acaba com o jejum de cinco jogos sem vencer. Já o Paraná, com apenas nove pontos, caiu para o penúltimo lugar – está com dois meses de salários atrasados e sem ganhar há quatro rodadas.

Nenhum dos times mostrou força e qualidade ofensiva para abrir o placar no primeiro tempo. Tanto que os goleiros fizeram defesas apenas em chutes de longa distância.

No segundo tempo, o América-MG foi mais corajoso. Para tanto, forçou bem as jogadas pelas laterais do campo, dando trabalho à defesa adversária.

A melhor chance do time da casa aconteceu aos 28 minutos, quando Tchô fez o passe de letra e Gilson ficou livre, mas se assustou com a boa saída do goleiro Marcos, que abafou a bola. Aos 34, Giancarlo bateu cruzado e quase marcou para os visitantes, mandando para fora.

Aí, já aos 42 minutos, quando mais pressionava, o América-MG marcou seu gol num peixinho do zagueiro Vitor Hugo para cabecear a bola após levantamento do lado direito. Depois disso, o Paraná não teve mais forças para reagir.

Pela 12ª rodada, os dois times vão jogar na sexta-feira à noite. O América-MG recebe o Oeste, enquanto o Paraná visita a Portuguesa.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 X 0 PARANÁ

AMÉRICA-MG – Fernando Leal; Pablo, André, Vitor Hugo e Gilson; Leandro Guerreiro, Andrei Girotto, Doriva (Tchô) e Mancini (Dinei); Willians e Obina (Junior Negão). Técnico – Moacir Júnior.

PARANÁ – Marcos; Chiquinho (Carlinhos Miranda), Gustavo (João Antônio), Alisson e Breno; Lucas Otávio, Marcos Serrato, Ricardinho e Lúcio Flávio; Tiago Alves (Júlio César) e Giancarlo. Técnico – Claudinei Oliveira.

GOL – Vitor Hugo, aos 42 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Claudio Francisco Lima e Silva (SE).

CARTÕES AMARELOS – Gilson (América-MG); Marcos Serrato e Marcos (Paraná).

RENDA – R$ 25.925,00.

PÚBLICO – 2.503 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).