O América-MG não consegue embalar no Campeonato Brasileiro da Série B quando precisa de um resultado positivo no estádio Independência, em Belo Horizonte. Nesta terça-feira, o time mineiro ficou no empate com a Chapecoense por 1 a 1, pela 28.ª rodada. O gol marcado pelos catarinenses foi o 30.º de Bruno Rangel na temporada, se isolando como principal goleador do país. De quebra, o atacante igualou Zé Carlos, com 27 gols, como o maior artilheiro da Série B em uma só edição.

Após duas vitórias seguidas fora de casa – Paraná e Bragantino -, o América-MG voltou a tropeçar em casa, onde não vence há mais de um mês, e perdeu a chance de encostar ainda mais no G4, chegando aos 43 pontos. Já a Chapecoense viu o Palmeiras aumentar a diferença na liderança, mas se manteve em segundo lugar, com 53 pontos e cada vez mais perto de conquistar o inédito acesso.

O América-MG não se intimidou por enfrentar o vice-líder da Série B e dominou o primeiro tempo, tanto que a Chapecoense deu apenas uma finalização, aos 34 minutos, com Bruno Rangel. Em casa, o time mineiro levou perigo ao goleiro Nivaldo em pelo menos duas oportunidades, com Nikão e Bady, mas só foi abrir o placar aos 40. Gualberto roubou a bola na defesa e lançou Nikão, que invadiu a área e deu passe açucarado para Elvis. O meia dominou e, com muita tranquilidade, bateu tirando de Nivaldo.

A etapa final começou bastante truncada no meio de campo e com poucos lances de perigo. Em vantagem no placar, o América-MG se preocupou mais em se defender e explorar os contra-ataques, enquanto que a Chapecoense se soltava aos poucos. A ducha de água fria nos torcedores mineiros veio aos 37 minutos. O experiente meia Athos foi derrubado dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Bruno Rangel soltou a bomba no ângulo do goleiro Matheus.

O América-MG volta a campo nesta sexta contra o Boa, às 19h30, novamente no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 29.ª rodada. No sábado, a Chapecoense faz o duelo catarinense diante do Avaí, às 16h20, no estádio da Ressacada, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 1 x 1 CHAPECOENSE

AMÉRICA-MG – Matheus; Elsinho, Vitor Hugo, César Lucena e Danilo; Gualberto, Leandro Ferreira (Juninho), Bady, Élvis (Tiago Alves) e Nikão; Weverton (Alessandro). Técnico: Silas.

CHAPECOENSE – Nivaldo; Alemão, Rafael Lima, Tiago Saletti, Fabinho Gaúcho (Radar); Wanderson, Paulinho Dias, Augusto (Potita), Athos; Tiago Luís (Soares)e Bruno Rangel. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

GOLS – Élvis, aos 40 minutos do primeiro tempo; Bruno Rangel (pênalti), aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Gualberto (América-MG); Radar e Fabinho Gaúcho (Chapecoense).

ÁRBITRO – Ítalo Medeiros de Azevedo (RN).

RENDA – R$ 12.300,00.

PÚBLICO – 708 pagantes.

LOCAL – Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).