Ainda não foi desta vez que o América-RN conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta sexta-feira, na abertura da quinta rodada, empatou com o Guaratinguetá por 2 a 2, no estádio Barretão, na cidade de Ceará-Mirim (RN). O time potiguar vencia por 2 a 1, mas cedeu o empate aos 46 minutos do segundo tempo, em gol marcado por Jonatas Belusso.

Agora com três pontos, o time potiguar aparece em 19.º lugar, na zona do rebaixamento. Enquanto isso, o time paulista chegou aos quatro pontos, em 18.º, também ameaçado. Mas evitou sofrer a quarta derrota seguida porque antes tinha caído diante do Avaí, por 2 a 1, Bragantino, por 2 a 0, e Sport, por 4 a 1.

Sem vencer há nove jogos seguidos, o América-RN também manteve o jejum de não ganhar no Barretão. Neste estádio perdeu o título estadual para o Potiguar, de Mossoró, e foi eliminado da Copa do Brasil pelo Atlético Paranaense. Desta vez, ainda, contou até com a ajuda extra de um torcedor supersticioso, que depositou um pouco de sal grosso no pé da trave do goleiro Saulo, do time visitante.

Mas nada adiantou. O América-RN não jogou bem, com o Guaratinguetá tendo um domínio das ações. E quase abriu o placar com um chute de longe de Eduardo Arroz. A bola quicou e bateu no peito do goleiro Dida, aos nove minutos. Aos 41, Júnior Negão puxou o contra-ataque e foi derrubado quase na linha da grande área. Na cobrança, Cascata bateu no lado do goleiro, mas bem no alto. A bola bateu no travessão e caiu atrás da linha de gol, aos 43.

No segundo tempo, o América-RN voltou melhor, usando em velocidade as jogadas pelas laterais. E ampliou logo aos sete minutos. Depois da cobrança de escanteio, no segundo desvio, o zagueiro Edvânio marcou. Ainda em cima de linha, Junior Negão completou para as redes, mas a bola já tinha entrado.

O Guaratinguetá se viu obrigado a sair ao ataque, mesmo correndo risco atrás. E diminuiu aos 15 minutos. Após falta cobrada na intermediária, o zagueiro Marquinhos ajeitou de cabeça para o centro da pequena área, onde Pedro Paulo completou para as redes.

Depois disso, o jogo ficou perigoso para o América-RN, que não chegava de forma aguda no ataque e se preocupava em se defender. Aos 46 minutos, após um longo lançamento, os zagueiros bateram cabeça literalmente e a bola ficou nos pés de Jonatas Belusso. Ele bateu forte e a bola passou embaixo do corpo do goleiro Dida.

Na terça, pela sexta rodada, o América-RN vai receber o Palmeiras, considerado o bicho-papão da Série B, às 21h50, no mesmo Barretão. O Guaratinguetá vai voltar para casa, no Vale do Paraíba, diante do Joinville.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-RN 2 x 2 GUARATINGUETÁ

AMÉRICA-RN – Dida; Norberto (Arnaldo), Zé Antônio, Edvânio e Renatinho Potiguar; Daniel Resende, Márcio Passos, Fabinho e Cascata (Vaninho); Alex (Daniel Amora) e Júnior Negão. Técnico: Roberto Fernandes.

GUARATINGUETÁ – Saulo; Eduardo Arroz,Pedro Paulo, Marquinhos e Ruan; Bruno Formiggoni, Thiago Ulisses, Leandro Oliveira (Allan Dias) e Renato Peixe (Alex Afonso); Jonatas Belusso e Thiago Silvy (Rodrigo). Técnico: Carlos Octávio.

GOLS – Cascata, aos 43 minutos do primeiro tempo; Edvânio, aos 7, Pedro Paulo, aos 15, e Jonatas Belusso, aos 46 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Daniel Resende (América-RN); Bruno Formiggoni, Marquinhos, Ruan, Allan Dias e Thiago Ulisses (Guaratinguetá).

ÁRBITRO – Arilson Bispo da Anunciação (BA).

RENDA – R$ 10.750,00.

PÚBLICO – 956 pagantes.

LOCAL – Estádio Manoel Barreto, em Ceará-Mirim (RN).