Brasília – O Mercosul resolveu enfrentar de igual para igual os países membros da União Européia, ao menos dentro dos gramados. Após a Copa do Mundo, dois jogos amistosos serão disputados entre seleções dos dois blocos econômicos continentais, oportunidade para ver lado a lado Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Robinho, Lugano e Carlitos Tevez, por exemplo.

O anúncio dos amistosos foi feito ontem, em Brasília, pelo presidente do Comitê de Representantes Permanentes do Mercosul, o argentino Carlos Álvarez. Autoridades da UE estão de acordo. Uma partida será disputada na América do Sul e outra na Europa, e a renda deve ser revertida para projetos sociais.

Álvarez afirmou que em março, quando o bloco sul-americano completa 15 anos, será apresentada a ?camisa da equipe do Mercosul? em virtude da ?importância que a cultura popular? deve ter na integração dos países.

O uniforme e suas cores deverão ser decididos pela chancelaria da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, membros permanentes do bloco, que em breve contará também com a Venezuela.