Quase quatro meses após ser contratado para reforçar o time na Copa Libertadores da América, Amoroso foi dispensado pelo Grêmio. O jogador de 33 anos deixou o clube gaúcho a pedido do treinador Mano Menezes, que ganhou um novo reforço para o setor ofensivo após a contratação de Marcel. Segundo o site oficial da equipe, a decisão foi tomada de "comum acordo".

Esta é a segunda vez que Amoroso é dispensado por um clube em menos de cinco meses. No final de março, Amoroso foi mandado embora do Corinthians. Com problemas de relacionamento com Emerson Leão na época, o jogador disputou apenas 23 jogos em oito meses de contrato com o clube paulista.

Como só entrou em campo seis vezes com a camisa gremista neste Brasileirão, Amoroso poderá defender outra equipe no restante da competição. Segundo o empresário do atacante, Nivaldo Baldo, alguns clubes já fizeram proposta para contratar o atleta, que se recupera de uma lesão na virilha. No Grêmio, ele fez apenas 11 jogos e não marcou gols.