Os meias gaúchos da seleção brasileira, Anderson e Ronaldinho Gaúcho, estão sendo investigados por um possível envolvimento com o traficante de drogas Richard Alex da Silva Martins, conhecido como Gigi.

Na segunda-feira, Gigi foi preso em um apartamento de cobertura na Rua Corrêa Lima, que segundo o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS) pertence ao jogador Anderson, do Manchester United (Inglaterra).

Para complicar ainda mais a situação do atleta, de acordo com o MP, Gigi usou um automóvel, modelo Porsche Cayenne, pertencente a Anderson, para fugir da Colônia Penal Agrícola de Mariante, no dia 24 de junho.

O nome de Ronaldinho Gaúcho, do Milan (Itália), é citado em uma escuta telefônica, quando os jogadores brasileiros conversam sobre um pagode com o traficante. No entanto, em nenhum momento eles falam sobre drogas.