Atuando ao lado do argentino Maximo Gonzalez, o brasileiro André Sá garantiu vaga nas oitavas de final da chave de duplas masculinas de Roland Garros, nesta sexta-feira, ao vencer o croata Marin Draganja e o finlandês Henri Kontinen por 2 sets a 0, com duplo 6/3 e 6/3, em Paris.

Veterano do circuito profissional que completou 38 anos na última quarta-feira, Sá assim jogará pela quinta vez as oitavas de final do Grand Slam francês, sendo que ele nunca conseguiu passar deste estágio da mais importante competição disputada em quadras de saibro no tênis mundial.

Com o triunfo desta sexta, Sá e Gonzalez se credenciaram para enfrentar na próxima fase o checo Lukas Rosol e o moldávio Radu Albot, que foram às oitavas ao eliminarem o holandês Robin Haase e o russo Mikhail Youzhny por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 6/7 (6/8) e 6/3.

Sá não joga uma quarta de final de Grand Slam desde o US Open de 2007, quando atuou ao lado do seu compatriota Marcelo Melo. E, para novamente jogar um duelo válido por uma oitava de final de um torneio deste porte, Sá e Gonzalez tiveram uma atuação segura nesta sexta-feira.

Eles confirmaram todos os seus saques no confronto e converteram três de cinco break points diante da dupla que ostentava a condição de 12ª cabeça de chave de Roland Garros para encaminhar o triunfo em sets diretos.