Já classificado para as semifinais da Taça Rio, o Botafogo deve entrar em campo com uma equipe mista diante do Boavista, neste domingo, pela última rodada da fase de grupos da competição. Para o meia Andrezinho, isto não significa que a equipe perderá em qualidade técnica, já que possui um elenco “forte” e capaz de substituir a altura os titulares.

“É de suma importância (poupar jogadores), até porque temos um calendário cheio. Não será nem a primeira, nem a ultima semana com jogos decisivos. Essa sequência põe à prova a qualidade do grupo. Um campeonato se ganha com um grupo forte, não só com bons jogadores. O Oswaldo tem trabalhado isso bem e espero que façamos uma boa partida no domingo, independente de quem jogar”, declarou.

Apesar de alguns protestos da torcida ao longo da temporada, o Botafogo vive boa fase e ainda está invicto em 2012, após 18 partidas disputadas. Andrezinho minimizou este bom retrospecto recente, e disse que a invencibilidade só será lembrada se títulos forem conquistados.

“Temos que manter a cabeça no lugar. Mais que a invencibilidade, é um bom trabalho. Desde o começo do ano temos evoluído”, afirmou. “Mas sabemos que a invencibilidade só adianta se o título vier. Temos que confiar no nosso trabalho para, quando chegar à decisão, estarmos prontos para conquistar”, comentou o meia.

Com 17 pontos, o Botafogo é o segundo colocado do Grupo A da Taça Rio, um ponto atrás do líder Flamengo e quatro à frente do Resende, terceiro. O técnico Oswaldo de Oliveira deve optar por um time misto neste domingo por conta do compromisso da próxima quarta, diante do Guarani, em casa, pela partida de volta da segunda fase da Copa do Brasil – na primeira os cariocas venceram por 2 a 1, em Campinas.