A Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) suspendeu Nicolas Anelka por cinco partidas por considerá-lo culpado da acusação de ofensa racial por ter comemorado um gol pelo West Bromwich Albion em partida contra o West Ham fazendo um gesto considerado antissemita.

Anelka negou que seu uso do gesto, que é conhecido na França como “quenelle” e é descrito como uma “saudação nazista invertida”, foi antissemita. A comemoração aconteceu em partida disputada no dia 28 de dezembro, pelo Campeonato Inglês, e desde então vem causando enorme polêmica.

 

Uma comissão disciplinar da FA, que analisou o caso nesta semana, decidiu que o atacante francês deve ficar fora de cinco partidas. Além disso, multou o jogador em 80 mil libras (aproximadamente R$ 312 mil).

No “quenelle”, a pessoa coloca a mão sobre o ombro oposto. O gesto foi popularizado pelo comediante francês Dieudonné M’Bala M’Bala, alvo de intensas críticas por supostamente incitar ódio racial e antissemitismo.