As obras no circuito do Anhembi estão em ritmo acelerado para que tudo esteja pronto até sábado, quando os carros da Fórmula Indy vão para a pista para os treinos da etapa de São Paulo. Nesta terça-feira, operários espalhados pelo Sambódromo trabalhavam para terminar a montagem das grades de proteção, fazer a limpeza da pista, finalizar a construção das arquibancadas provisórias e deixar o asfalto em boas condições.

O asfalto, aliás, é a questão que requer mais cuidado. O objetivo é que nesta quarta-feira esteja pronto o recapeamento da entrada do S do Samba, na saída do Sambódromo para a Avenida Olavo Fontoura – que será a Reta de Marte -, e no trecho seguinte, que leva à Marginal Tietê, passando entre o Clube Espéria e o Pavilhão de Exposições. Esse recapeamento tem como intenção tornar a pista o mais plana possível. Mas ainda existe uma preocupação velada dos pilotos quanto às ondulações.

Quase tudo estará finalizado nesta quarta-feira, já que na quinta acontece a vistoria final com o prefeito Gilberto Kassab, a equipe da Indy Racing League (IRL) e um representante da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).

Com exceção dos brasileiros – Bia Figueiredo (Dreyer & Reinbold), Hélio Castroneves (Penske), Mário Romancini (Conquest), Raphael Matos (Luczo-Dragon), Tony Kanaan (Andretti) e Vitor Meira (AJ Foyt) -, que já estão na capital paulista, todos os demais pilotos da Fórmula Indy chegam na quinta-feira a São Paulo. Enquanto isso, ainda existem ingressos à venda para os treinos no sábado e a corrida no domingo.