Dentro de campo, o treinador Antônio Lopes tem duas dúvidas para o clássico. A primeira é o lateral Márcio Azevedo, que machucou o tornozelo durante o treino de sexta-feira. Caso o lateral volte a sentir dores, ele sai para a entrada do garoto Heracles.

A outra questão do delegado é tática. Ele pode escolher entre o armador Paulo Baier, que ainda não tem condições de jogar os 90 minutos, e o volante Chico, o que deixaria o meia Alan Bahia com mais liberdade para atuar ofensivamente.

Nos últimos treinos no CT do Caju, Antônio Lopes utilizou a cautela e fez segredos para falar sobre o time, e as possibilidades e alternativas táticas que terá para tentar superar o Coritiba.

“É um clássico gostoso de jogar. Todos querem estar em campo, dando o seu melhor. Mas vamos deixar para anunciar o time só momentos antes da partida. Mas vocês são inteligentes. Viram quem treinou”, disse sorrindo o treinador Rubro-Negro que voltou a afirmar que o time está ganhando mais consistência e entrosamento.