Os seis gols sofridos diante da Nigéria não abalaram o ânimo do Taiti. Emocionado, o técnico Eddy Etaeta disse estar orgulhoso do desempenho de sua equipe logo na estreia na Copa das Confederações. A seleção taitiana chegou a marcar nesta segunda-feira seu primeiro e sonhado gol em uma competição deste nível.

“Eu estava muito emocionado, quase chorando”, admitiu Etaeta. “Nós assistimos a jogos da Copa do Mundo pela TV. E hoje nós fomos os protagonistas. O Taiti estava nos assistindo. Nosso presidente nos mandou uma mensagem e suspendeu uma reunião para nos assistir”, revelou.

O treinador exaltou a performance dos seus jogadores, principalmente no segundo tempo, considerado cansativo por Etaeta. “Os últimos 15 minutos foram muito difíceis para nós, em termos físicos, porque nunca tivemos um jogo tão duro como esse. Gostaria de agradecer o empenho dos meus jogadores. Eles foram fantásticos”, declarou.

Único jogador profissional do Taiti, o atacante Marama Vahirua também se mostrou orgulhoso da atuação da sua seleção. “Mostramos ao mundo que temos qualidade de verdade”, declarou o atleta, antes de agradecer o apoio da torcida brasileira presente no Mineirão. “Queremos agradecer o apoio dos brasileiros. Nos ajudaram bastante a jogar uma grande partida. Para nós, já uma vitória entrar em campo contra a Nigéria. Nosso próximo jogo, contra a Espanha, será um sonho”, declarou.