O título da Sul-Americana não quebrou apenas um jejum do São Paulo -quatro anos sem conquistar um troféu. Ajudou também a derrubar uma marca para o futebol paulista.

Há 14 anos que os quatro maiores clubes do Estado não eram campeões em uma mesma temporada. A primeira e única vez que algo assim aconteceu foi em 1998.

Naquele ano, o Corinthians levou o Brasileiro, o Palmeiras conquistou a Copa do Brasil e a Copa Mercosul, o São Paulo faturou o Estadual, e o Santos, a Copa Conmebol.

Neste ano, o Corinthians venceu a Libertadores, o Palmeiras foi campeão da Copa do Brasil e o Santos faturou o Paulista.

O levantamento considera apenas campeonatos oficiais e que tiveram mais de três anos de duração. A contagem só é possível a partir de 1935, ano de fundação do São Paulo, o mais novo clube do quarteto.

Além da quantidade de campeonatos ter variado ao longo desses 77 anos, os quatro grandes também alternaram períodos sem títulos.

O Corinthians ficou sem uma taça oficial entre 1955 e 1976 -em 1966, foi declarado campeão do Torneio Rio-São Paulo, mas dividiu o prêmio com três equipes por falta de datas para concluir a disputa. O Palmeiras ficou sem títulos de 1977 a 1992.

São Paulo e Santos tiveram jejuns mais curtos. O primeiro ficou sem taças de 1958 até 1969. O segundo não foi campeão entre 1985 e 1997, quando venceu o Rio-São Paulo.