Em uma longa batalha de 3 horas e 13 minutos de duração, a dinamarquesa Caroline Wozniacki venceu a russa Maria Sharapova por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 6/7 (5/7) e 6/2, nesta terça-feira, em Cingapura, em sua estreia no Masters da WTA, torneio que reúne as oito melhores tenistas da temporada.

O jogo abriu o Grupo Branco da competição, que nesta terça ainda contará com a partida entre a checa Petra Kvitova e a polonesa Agnieszka Radwanska. E a vitória de Wozniacki serviu também para evidenciar o bom momento vivido pela dinamarquesa, que anteriormente já havia superado Sharapova na edição deste ano do US Open.

Atual oitava colocada do ranking mundial, Wozniacki voltou a exibir força contra a vice-líder da WTA, que se mostrou abalada dentro de quadra com a própria instabilidade de sua partida, na qual cometeu 76 erros não-forçados, além de incríveis 15 duplas-faltas.

Mais sólida em quadra, apesar de também amargar momentos de queda, Wozniacki começou a partida desta terça com tudo e logo abriu 3/0. A russa, porém, reagiu, virou o placar e chegou a sacar para o set, mas voltou a levar uma quebra de serviço antes de a disputa ir ao tie-break, no qual a dinamarquesa foi superior e fechou em 7/4.

Na segunda parcial, mais uma vez cada tenista conquistou duas quebras de saque e novamente elas disputaram um tie-break, mas desta vez a dinamarquesa mostrou nervosismo nos momentos decisivos e acabou batida por 7/5. Neste tie-break, Sharapova errou um voleio fácil quando poderia fazer 6/3. Depois, porém, acertou um voleio em seguida para matar um ponto e depois fechou em 7/5.

Neste segundo set, por sinal, Wozniacki chegou a reclamar para a árbitra de cadeira que a iluminação da quadra, de certa forma exagerada pela sua intensidade, estava a atrapalhando a sacar.

O problema amargado no set anterior, entretanto, foi superado com autoridade por Wozniacki na derradeira parcial. Embora tenha tido o saque quebrado por uma vez, converteu três de quatro break points para assegurar o 6/2 que liquidou a partida. Essa foi a quarta vitória de Wozniacki em nove partidas com Sharapova.