Destaque do Fluminense no seu último jogo no Campeonato Brasileiro, Cícero quer consolidar seu espaço no time. Nesta terça-feira, dia de reapresentação do elenco, o meia exaltou seu retorno ao clube após breve passagem no futebol árabe, e comemorou o desempenho na vitória por 2 a 1 sobre o Figueirense, no domingo, quando fez um gol e deu uma assistência para Fred.

“Não tinha como ter sido melhor o meu retorno. Preciso pegar a sequência para melhorar cada vez mais”, afirmou Cícero. Essa foi a segunda partida do jogador desde sua volta. Antes ele havia participado da derrota por 1 a 0 para o Internacional, também pelo Brasileirão. “Na época que eu saí, em fevereiro, a situação era boa para mim e para o clube. Agora eu tive a oportunidade de voltar e espero fazer um grande trabalho.”

Cícero deve ter concorrência para o próximo jogo. O meia Gerson retornou da Itália, onde resolveu detalhes de sua transferência para a Roma, que deve ocorrer no próximo ano, e volta a ser alternativa. O técnico Enderson Moreira terá de decidir quem será titular, uma vez que ambos atuam em posições semelhantes. Outra alternativa seria escalar Cícero como volante, o que implicaria uma disputa com Jean para ser titular.

O próximo compromisso do Fluminense será nesta quinta-feira, contra o Paysandu, pela Copa do Brasil, no Maracanã, e Enderson ainda não definiu a escalação, mas deve ter problemas. O goleiro Diego Cavalieri, com uma lombalgia, e o atacante Osvaldo, com dores na coxa esquerda, podem ficar de fora. Eles serão avaliados e a definição deve ocorrer nesta quarta, quando o time volta a treinar.