Personagem principal da semana no futebol paranaense, o goleiro Léo resolveu falar. Após sua polêmica e surpreendente transferência do Paraná Clube para o Atlético, o jogador utilizou uma rede social para divulgar uma nota colocando seu posicionamento sobre o caso e principalmente negando que tivesse negociado sua saída do Tricolor desde a semana passada, situação colocada pelo seu ex-clube quando do anúncio da saída dele.

LEIA MAIS: Ídolo do Paraná Clube, Léo troca o Tricolor pelo Atlético

Léo fechou contrato com o Atlético por três anos. Sua ida para a Baixada faz parte de uma negociação mais ampla, que envolve também a saída de Marcos Guilherme do Dínamo de Zagreb, onde está por empréstimo, para jogar no São Paulo, que era o detentor dos direitos econômicos do agora ex-goleiro do Paraná. A contratação de Léo faz aumentarem os rumores de uma possível saída de Weverton do Furacão.

No texto em que divulgou a saída de seu goleiro titular (só estava fora porque se recuperava de uma fratura na face), a diretoria do Paraná afirmou que Léo negociava com São Paulo e Atlético há uma semana, e que o clube apenas foi informado de que o vínculo seria encerrado antecipadamente porque haveria uma transferência. Como a mudança foi para uma equipe do Brasil, o Tricolor não teve nenhuma compensação financeira pelo negócio.

Confira a classificação do Campeonato Brasileiro!

Daí a revolta paranista, expressada na declaração do gerente de futebol Rodrigo Pastana. “Lamentamos a forma como ele tratou do assunto, sem posicionar ninguém. O tratamos com absoluto profissionalismo e carinho. Infelizmente não houve a mesma reciprocidade”, afirmou o cartola.

Saiba como está a classificação da Segundona!

No seu texto, Léo é direto em dizer que isto não aconteceu. “Em nenhum momento na semana passada iniciei qualquer tipo de negociação”, diz, ressaltando que soube da transferência na segunda-feira (17). Ele também agradece à torcida do Paraná e faz um desabafo: “Não acredito que esta mesma torcida possa acreditar em tudo que foi dito, sem ao menos apurar os fatos e sem saber verdadeiramente o pano de fundo de tudo isso”.

Leia o texto completo publicado por Léo:

À Torcida Paranista.

Quero primeiramente antes de tudo deixar claro á você torcedor que em nenhum momento na semana passada iniciei qualquer tipo de negociação, visto que foi do meu conhecimento somente nesta segunda-feira (17).

Quero reforçar meus agradecimentos e gratidão pelo carinho e por cada momento que vivi exclusivamente com você lá da arquibancada – torcendo, vibrando e vivendo comigo cada lance, cada jogo durante esse período que defendi o Paraná.

Agradeço à instituição Paraná Clube por ter me propiciado a oportundiade de vestir esta camisa, a qual num curto período de tempo fizemos uma história que homem nenhum apagará.

Acredito piamente no valor das pessoas, acredito em uma torcida que torceu, vibrou e se apaixonou em todos os jogos que fizemos, declaradamente JUNTOS, mas não acredito que esta mesma torcida possa acreditar em tudo que foi dito, sem ao menos apurar os fatos e sem saber verdadeiramente o pano de fundo de tudo isso, e que o tempo se encarregue de mostrar como sempre fez…

Alguns torcedores poderão agir na emoção, muitos optarão por xingar, mas muitos escolherão agradecer!

Eu sou um funcionário, como grande parte de vocês também é, sou um atleta profissional, mas também como vocês sou um ser humano, que tem sonhos e acima de tudo se empenha para ser um trabalhador, pai de família que trabalha arduamente todos os dias para levar de forma junta o sustento da minha casa, assim como vocês.

Encerro por aqui e digo novamente meu muito obrigado de coração a você torcedor paranista.

Que o senhor abençoe a todos hoje e sempre!

Claramente,
Léo.