Sob ameaças de chuva, o escocês Andy Murray não deu chances ao jamaicano Dustin Brown e venceu por 3 sets a 0, com parciais de 7/5, 6/3 e 6/0, em apenas 1h25min. O mau tempo chegou a interromper a partida logo no início, mas não impediu dos primeiros jogos do dia no US Open, ameaçado pela aproximação do Furacão Earl, na costa leste dos Estados Unidos.

Com a vitória, Murray se juntou a Roger Federer e Novak Djokovic na terceira rodada do Grand Slam americano. O número quatro do mundo terá pela frente o vencedor do duelo entre o argentino Juan Ignacio Chela e o suíço Stanislas Wawrinka, que se enfrentam ainda nesta sexta.

Para alcançar à terceira rodada, Murray contou com um bom aproveitamento do primeiro saque e a pouca experiência do rival em competições importantes. Nem a chuva, ao final do terceiro game do set inicial, diminuiu o ritmo do escocês – a partida ficou paralisada por cerca de 25 minutos.

Após vencer a primeira parcial com tranquilidade, Murray teve grande atuação no segundo set, ao abrir 4/0. Brown chegou a faturar uma quebra, mas esteve longe de ameaçar o domínio do favorito. No terceiro set, o número quatro do ranking não cedeu sequer um game ao jamaicano e selou a vitória com um “pneu”.

Também pela terceira rodada, o espanhol Tommy Robredo contou com o abandono do francês Julien Benneteau para avançar na competição. Robredo vencera o set inicial, por 6/4, e empatava por 6/6 na parcial seguinte, quando o adversário desistiu da partida. Na sequência, o espanhol enfrentará outro francês, Michael Llodra, que eliminou o romeno Victor Hanescu, por 7/6 (7/2), 6/4 e 6/2.

O ucraniano Sergiy Stakhovsky, campeão em New Haven, na semana passada, teve dificuldade para alcançar a terceira rodada. Ele precisou de quase 4h30min para superar o americano Ryan Harrison por 3 sets a 2, com parciais de 6/3, 5/7, 3/6, 6/3 e 7/6 (8/6).

O espanhol David Ferrer, cabeça de chave número 10, teve mais facilidade para avança no US Open. Ele derrotou o alemão Benjamin Becker por 3 a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4. Já o americano John Isner precisou de quatro sets para vencer o suíço Marco Chiudinelli, por 6/3, 3/6, 7/6 (9/7) e 6/4.