Após ser submetido a cirurgia nesta sexta-feira, o goleiro Iker Casillas vai desfalcar o Real Madrid e a seleção da Espanha por até três meses. O jogador ficará afastado dos gramados para se reabilitar da operação realizada em sua mão esquerda, que sofreu uma fratura durante a partida de quarta-feira, contra o Valencia, pela Copa do Rei.

O prazo de recuperação, entre oito e doze semanas, foi anunciado pelo médico Miguel del Cerro, responsável pela operação. Segundo explicou, houve uma reconstrução do osso fraturado, daí a necessidade de maior tempo de recuperação.

O procedimento foi elogiado pelo médico do Real Madrid. “Foi fenomenal, um êxito rotundo. Foram colocados dois pinos e a mão ficou perfeita”, comentou Carlos Diez. “Vamos seguir os passos da reabilitação. Há um protocolo padrão que prevê a imobilização e uma recuperação lenta e progressiva”, explicou.

Um dos principais goleiros do mundo, Casillas vai perder partidas importantes do Real Madrid nos próximos meses, como o clássico com o Barcelona, na semifinal da Copa do Rei, e os duelos das oitavas e das quartas de final da Liga dos Campeões. Se o Real avançar na competição, o goleiro só deve estar de volta para os confrontos das semifinais. O gol do time deverá ser ocupado pelo reserva Adán até lá.

Pela seleção espanhola, atual bicampeã europeia e campeã mundial, Casillas deve perder duas partidas das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, em março. E o amistoso com o Uruguai, em fevereiro. No entanto, o processo de recuperação não deve ameaçar a participação de Casillas na Copa das Confederações, em junho, no Brasil.