Depois de uma semana extremamente turbulenta, o Atlético Paranaense busca reencontrar alguma calmaria nesta quarta-feira, às 21h45, quando enfrenta o Cruzeiro na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 13.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Se viu as saídas do técnico Eduardo Batista, do gerente Paulo Autuori, do meia Carlos Alberto e do atacante Grafite nos últimos dias, o clube apresentou o seu novo treinador, Fabiano Soares, de 51 anos, que ainda não havia trabalhado em times do futebol nacional.

O brasileiro naturalizado espanhol, que comandou o primeiro treino na última terça-feira, terá praticamente todos os jogadores à disposição, o que pode facilitar a sua missão de recuperar o Atlético Paranaense, apenas o 14.º colocado do Brasileirão, com 15 pontos.

Sem dar detalhes se pretende mexer na formação utilizada por Eduardo Batista, o novo treinador avisa que o time tem condições de se recuperar na temporada. “A estrutura é de primeira, é top. Muitos clubes da Europa não tem esta estrutura. É espetacular”, garantiu. “Para mim, o elenco é bom. Se estão aqui, eles têm qualidade. Eu entendo o futebol como estado anímico. Há momentos que os jogadores não estão bem e não rendem o que sabem”.