Depois de sofrer uma derrota surpreendente que acabou sendo determinante para que mais tarde o Brasil fosse superado pela Colômbia em confronto válido pelo Zonal Americano I da Copa Davis, no último sábado, em Barranquilla, Thiago Monteiro teve como “consolo” nesta segunda-feira o fato de que reassumiu o posto de tenista número 1 do País.

O ranking da ATP foi atualizado novamente nesta segunda e o cearense se manteve na 125ª posição na classificação geral, a mesma que ocupava na semana passada, mas ele foi beneficiado pela queda de 14 colocações do seu compatriota Rogério Dutra Silva, que caiu para o 127º lugar.

Outro único brasileiro que figura no Top 200 atualmente, Thomaz Bellucci subiu um posto e agora é o 144º tenista do mundo, sendo só há mais um outro jogador do País no grupo dos 300 mais bem posicionados – trata-se de Guilherme Clezar, que também galgou um lugar nesta segunda e agora é o 233º no geral.

No último sábado, quando poderia garantir a vitória do Brasil por 3 a 1 na série melhor de cinco partidas contra os colombianos, Thiago Monteiro decepcionou ao ser batido por Daniel Galán, atual 257º colocado da ATP, por duplo 6/3. Em seguida, no quinto e último confronto deste embate entre as nações, João Pedro Sorgi acabou sendo superado por Alejandro González por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 7/6 (7/0), e viu a Colômbia obter um triunfo inédito sobre o Brasil na competição.

O ranking da ATP não teve nenhuma mudança de posição no grupo dos 20 primeiros colocados e segue sendo liderado por Rafael Nadal, que na última sexta-feira e no domingo conquistou vitórias em partidas de simples para ajudar a Espanha a derrotar a Alemanha por 3 a 2, em Valência, e avançar à semifinal do Grupo Mundial da Copa Davis.

Ele tem 8.770 pontos, contra 8.670 do suíço Roger Federer, vice-líder que já anunciou que ficará fora de toda a temporada de saibro visando se poupar para outras competições que virão depois, principalmente o Grand Slam de Wimbledon.

Confira o ranking atualizado da ATP:

1) Rafael Nadal (ESP), 8.770 pontos

2) Roger Federer (SUI), 8.670

3) Marin Cilic (CRO), 4.985

4) Alexander Zverev (ALE), 4.925

5) Grigor Dimitrov (BUL), 4.635

6) Juan Martín del Potro (ARG), 4.470

7) Dominic Thiem (AUT), 3.665

8) Kevin Anderson (AFS), 3.390

9) John Isner (EUA), 3.125

10) David Goffin (BEL), 3.110

11) Lucas Pouille (FRA), 2.410

12) Pablo Carreño Busta (ESP), 2.395

13) Novak Djokovic (SER), 2.310

14) Sam Querrey (EUA), 2.265

15) Diego Schwartzman (ARG), 2.220

16) Jack Sock (EUA), 2.200

17) Roberto Bautista Agut (ESP), 2.175

18) Tomas Berdych (RCH), 2.140

19) Hyeon Chung (COR), 1.897

20) Fabio Fognini (ITA), 1.840

125) Thiago Monteiro (BRA), 450

127) Rogério Dutra Silva (BRA), 442

144) Thomaz Bellucci (BRA), 394

233) Guilherme Clezar (BRA), 233