Léo está fora do clássico contra o São Paulo, domingo à noite, no Morumbi. O lateral-esquerdo deu um susto na comissão técnica no segundo tempo do jogo de quarta-feira, na Vila Belmiro, ao cair desacordado em campo, após um choque com Guto, do Internacional. Ele foi tirado de campo numa maca, levado à Santa Casa de Santos e submetido a exames que não constataram nada de grave. Mesmo assim, Léo foi liberado pelos médicos apenas na madrugada e vai continuar sob observação nas próximas 24 horas.

“Eu nem lembro direito como foi o lance, mas eu subi para tentar tirar a bola da área e recebi uma carga pelas costas. Cheguei a ‘apagar’ por alguns instantes, mas depois recobrei a consciência e senti muita dor. Felizmente o exame apontou apenas um edema em um músculo do pescoço e os médicos do Santos vão ficar de olho em mim nas próximas horas”, disse Léo, nesta quinta-feira.

Léo deveria ter ficado fora do jogo contra o Inter para ser submetido a um trabalho físico especial por determinação dos preparadores físicos, porém disse que se sentia bem e pediu para ser mantido no time. Nesta quinta, ele afirmou que não poderia adiantar se estaria em campo no domingo, porém os médicos resolveram poupá-lo do clássico.

O lateral é o jogador mais experiente do grupo e o último remanescente da geração de Robinho e Diego. Mas a sua ausência não causa preocupação porque Alex Sandro voltou a jogar bem e até a salvar o time de sofrer um gol nos minutos finais na partida contra o Inter.