O piloto alemão Sebastian Vettel, da Red Bull, voltou ao ponto mais alto do pódio, neste domingo (28), no GP da Bélgica. Foi a sétima vitória do piloto, que não conquistava a primeira colocação a três provas. O companheiro de equipe, o australiano Mark Webber, ficou na segunda colocação. O inglês Jenson Button, da McLaren, foi o terceiro.

O brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, que chegou a brigar pelo pódio, terminou a prova na oitava colocação. A grande surpresa no treino classificatório de sábado, Bruno Senna, da Renault, fez uma prova razoável e terminou em 13º. Rubens Barrichello, da Williams, foi o 16º.

O alemão Michael Schumacher, da Mercedes, que comemorou 20 anos de F-1, largou em último e conseguiu encerrar a prova na quinta posição. No mundial de pilotos, Vettel dispara ainda mais, com 259 pontos. Webber é o segundo, com 167 pontos; e Alonso o terceiro, com 157 pontos.

A próxima etapa da Fórmula 1 será no dia 11 de setembro na Itália, no circuito de Monza.

Confira a classificação do GP da Bélgica

1. Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull
2. Mark Webber (AUS) – Red Bull
3. Jenson Button (ING) – McLaren
4. Fernando Alonso (ESP) – Ferrari
5. Michael Schumacher (ALE) – Mercedes
6. Nico Rosberg (ALE) – Mercedes
7. Adrian Sutil (ALE) – Force India
8. Felipe Massa (BRA) – Ferrari
9. Vitaly Petrov (RUS) – Renault
10. Pastor Maldonado (VEN) – Williams
11. Paul di Resta (ESC) – Force India
12. Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber
13. Bruno Senna (BRA) – Renault
14. Jarno Trulli (ITA) – Lotus
15. Heikki Kovalainen (FIN) – Lotus
16. Rubens Barrichello (BRA) – Williams
17. Jerome D’Ambrosio (BEL) – Virgin
18. Timo Glock (ALE) – Virgin
19. Vitantonio Liuzzi (ITA) – Hispania

Não completaram

20. Sergio Perez (MEX) – Sauber – a 17 voltas
21. Daniel Ricciardo (AUS) – Hispania – a 31 voltas
22. Lewis Hamilton (ING) – McLaren – a 32 voltas
23. Sebastien Buemi (SUI) Toro Rosso – a 38 voltas
24. Jaime Alguersuari (ESP) Toro Rosso – a 44 voltas