Após a decepção da derrota para a Rússia na decisão da Liga Mundial, no último domingo, a seleção brasileira de vôlei já começa a pensar nos próximos compromissos. A equipe chega ao Brasil nesta terça-feira e estará liberada para descansar até o começo de agosto, quando se reapresentará aos treinos visando a disputa do Campeonato Sul-Americano, que acontecerá em solo brasileiro, em setembro. Logo depois, terá a Copa do Mundo, de 20 de novembro a 4 de dezembro, no Japão.

“Vamos trabalhar primeiro para o Sul-Americano, onde queremos garantir uma vaga na Copa do Mundo. Lá, vamos batalhar para garantir a classificação olímpica”, declarou o capitão Giba, um dos destaques da equipe brasileira na Liga Mundial.

Caso termine a Copa do Mundo entre as três primeiras colocadas, a seleção brasileira garantirá vaga na Olimpíada de Londres. “Nossa competição mais importante em 2011 é a Copa do Mundo. Queremos garantir logo nossa vaga em Londres e vamos retomar o trabalho pensando nisso. Espero reencontrar a Rússia na final no Japão e tomara que possamos ganhar deles lá”, afirmou o ponteiro Murilo.

Com a derrota para os russos no último domingo, o Brasil perdeu a chance de conquistar seu décimo título da Liga Mundial, que seria o nono da competição sob o comando de Bernardinho. A recente trajetória de sucesso fez com que a equipe carregasse o rótulo de “melhor do mundo”, o que, segundo o treinador, pode mudar com o vice-campeonato.

“Carregamos por muito tempo o rótulo de melhor time do mundo. Pode ser que agora, com o título da Rússia, possamos tirar um pouco deste peso e retomar o trabalho sem a expectativa de vencer sempre para seguirmos entre as melhores seleções do mundo”, apontou.