A vitória no clássico diante do Corinthians, neste domingo, por 2 a 1, deu novo ânimo ao Palmeiras. Mesmo com 32 pontos e na sexta colocação do Campeonato Brasileiro, cinco pontos atrás do rival, que lidera a competição, os jogadores já falam em brigar pelo título.

“O empate não seria mal resultado, para não deixar o Corinthians se distanciar. Mas perder hoje (domingo) não poderia acontecer de forma alguma. A chance de título seria complicada, mas, agora, nos coloca de novo na briga”, avaliou o goleiro Marcos.

O triunfo encerrou uma sequência de cinco partidas sem vitórias da equipe dentro do Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o ídolo palmeirense pediu que seus companheiros mantenham os pés no chão.

“A gente não pode empolgar. Na teoria é uma vitória para deslanchar, mas na prática são somente três pontos. Tem que manter a cabeça no lugar. Futebol é resultado, se você não ganhar, todo o trabalho é questionado. A gente via que estávamos jogando bem, mas o resultado não estava acontecendo. Não podemos deixar ninguém se distanciar muito”, afirmou.

Um dos principais destaques da partida, autor do primeiro gol, o atacante Luan exaltou a superação do Palmeiras para conseguiu a virada. “Nosso time foi guerreiro desde o começo. Sofremos um gol, foi um vacilo. Mas, no final conseguimos recuperar e conseguir a vitória”, declarou.