O técnico Muricy Ramalho não escondeu o descontentamento com o fato de que apenas 4.632 torcedores pagaram ingresso para ver o Fluminense vencer o Ceará por 3 a 1, na última quarta-feira à noite, no Engenhão, e assegurar a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. E o treinador já aproveitou para cobrar uma presença em massa da torcida na partida da próxima quarta-feira, contra o Corinthians, que também será disputado no estádio carioca.

O fato de o Maracanã ter sido fechado para a realização de obras que visam a Copa do Mundo de 2014 acabou colaborando para a presença pequena de torcedores do Fluminense, pouco habituados a assistir jogos no Engenhão, cuja localização de difícil acesso também é outro fator que motiva a torcida a deixar de comparecer ao estádio.

Muricy, porém, clamou: “Pedimos um voto de confiança para a torcida. Estamos no primeiro lugar, brigando pelo título e temos que apoiar os jogadores. Esses caras têm muita força de vontade e mostram sempre profissionalismo. Para sermos campeões temos que ter a torcida ao nosso lado. Contra o Corinthians tem que tomar conta do estádio. Aqui é Rio de Janeiro, não importa que é o Engenhão. Os tricolores têm que comprar todos os ingressos, assim como eles fizeram contra a gente no Pacaembu. Pedimos ao torcedor a presença porque é um jogo importantíssimo na luta pelo título. Não temos que ter medo de sermos felizes, estamos no primeiro lugar”.

O comandante, porém, não deixou de reclamar do fato de não poder mais usar o Maracanã neste ano e ainda defendeu a utilização do estádio ainda neste Campeonato Brasileiro. “Nossa casa realmente é o Maracanã. Não gosto de reclamar, mas realmente fomos muito prejudicados. Acho que a Federação Carioca de Futebol tem que defender, assim como o governador (a volta do Maracanã). Têm outros estádios que vão ser reformados e estão abertos. A regra deveria ser para todos”, reforçou.

O treinador ainda foi além ao dizer que o Engenhão não é um estádio que teve boa aceitação do torcedor, até por causa de sua localização. “Se a nossa temporada no Engenhão for sempre assim está bom porque o resultado desta quarta foi ótimo. Mas percebemos que os jogos aqui para a torcida não são bons. Com relação às instalações, não podemos reclamar, são ótimas. O gramado melhorou muito comparado ao último jogo que fizemos contra o Botafogo”.

Além de cobrar uma presença maior da torcida do Fluminense e falar especificamente sobre as condições do Engenhão, Muricy elogiou a atuação dos seus jogadores diante do Ceará, lembrando que o time melhorou muito em relação ao jogo do último domingo, em Campinas, onde acabou derrotado por 2 a 1 pelo Guarani, de virada.

“O time criou muitas oportunidades, diferente de domingo que só demos um chute ao gol do adversário. Hoje (quarta-feira), mesmo no segundo tempo, tivemos muito mais chances de fazer quatro ou cinco do que o Ceará de fazer o primeiro. O time se portou muito bem, está de parabéns. Não é fácil, temos que passar essa fase. Está difícil armar o time, perdemos muita gente ao mesmo tempo, temos muitos jogadores importantes no departamento médico”, ressaltou.