A Associação Profissional dos Árbitros de Futebol do Paraná (APAF-PR) organizou um manifesto para protestar contra a violência no futebol amador de Curitiba. A entidade irá aproveitar o julgamento do jogo entre Novo Mundo e Calisto, nesta quarta-feira. No confronto válido pela categoria júnior, a arbitragem foi agredida.

“Vamos comparecer no maior número possível de árbitros ao julgamento
vestidos com a camisa preta do uniforme e acompanhar em silêncio o
julgamento. A presença da maioria é importante, pois amanha pode ser um de
nós a vítima”, convocou o 1º Secretário da APAF, Willian Bigaski Stolle. Os
Árbitros vão se reunir as 18h30 na sala da Associação que fica anexa ao
estádio Pinheirão.

Confusão

Na partida preliminar entre Novo Mundo e Calisto, jogadores da segunda equipe agrediram os árbitros Alcino de Marchi Amarilla e Robson Coutinho. Amarilla registrou um boletim de ocorrência afirmando que sofreu agressões nas costas e na mão direita.

O caso pode acabar com uma ação civil contra o Calisto e contra a Federação Paranaense de Futebol (FPF), por não oferecer segurança na partida.