Apesar da preocupação, o presidente Mário Celso Petraglia mostrou total confiança de que a Arena da Baixada será concluída e entregue à Fifa dentro do prazo. No clube, já se admite que o estádio chegará em 31 de dezembro incompleto, apenas com as exigências mínimas, mas que para a Copa estará 100%, conforme o prometido. “Somos otimistas. Tenho convicção de que vamos conseguir. Os fatos aleatórios e incontroláveis que podem surgir, pode dificultar ainda mais. Mas ainda assim acredito que vamos estar com tudo pronto até dezembro”, disse Petraglia.

Em janeiro, um evento-teste para 10 mil pessoas será feito na Arena, para poder avaliar o estádio e, caso haja alguma necessidade, corrigir os possíveis defeitos. Para este jogo, já são necessários que alguns equipamentos, como os telões, lanchonetes e catracas, estejam instalados. Restando apenas três meses para este evento, mas o presidente atleticano não se abala, mesmo com o clima chuvoso em Curitiba e a falta de dinheiro. “Em janeiro, para o evento-teste, temos que ter tudo pronto: gramado, catracas, lojas funcionando, telões. Sabemos que em Curitiba chove muito. Ano passado, o ritmo das obras foi muito pequeno por falta de dinheiro. Agora, vamos cumprir nossos compromissos para concluir o estádio”, garantiu.

Depois disso, o Furacão pretende inaugurar oficialmente a nova Arena no dia 26 de março, quando o club(RB)