David Nalbandian surpreendeu mais uma vez neste domingo. Após vencer nas duplas no sábado, o ex-top 10 levou a Argentina às quartas de final da Copa Davis, ao superar Andreas Vinciguerra, da Suécia, por 3 sets a 1, com parciais de 7/5, 6/3, 4/6 e 6/4.

Com a vitória, a Argentina venceu a série melhor-de-cinco por 3 a 2, de virada. Mais cedo, Robin Soderling, número sete do mundo, havia derrotado Leonardo Mayer por 3 a 0, parciais de 7/5, 7/6 (7/5) e 7/5, o que levou a definição para o quinto e último jogo.

E, no confronto decisivo, Nalbandian brilhou mesmo estando fora de forma. Ele se recuperou rapidamente de uma lesão sofrida há duas semanas e chegou à Estocolmo, local da disputa, de última hora. Apesar de não estar escalado para jogar, o argentino entrou em quadra no sábado e no domingo, sem decepcionar.

“Não me sinto em forma ainda, mas hoje joguei o suficiente”, afirmou Nalbandian. “Quando eu estava aquecendo, percebi que o meu preparo físico estava pior do que eu pensava. Mas quando eu vi as bandeiras [da Argentina] atrás de mim, é difícil não entrar em quadra”, completou o tenista, que venceu o adversário em 2h35min. Na próxima fase, os argentinos terão pela frente a Rússia, que bateu a Índia por 3 a 2.

Outra grande partida deste domingo foi disputada entre Novak Djokovic e John Isner no quinto e último jogo do duelo entre Sérvia e Estados Unidos. Após uma batalha de 4h16min, o número dois do mundo levou a melhor e venceu por 3 sets a 2, com parciais de 7/5, 3/6, 6/3, 6/7 (6/8) e 6/4.

O triunfo de Djokovic garantiu os sérvios nas quartas de final, com o placar de 3 jogos a 1. A última partida, entre o americano Sam Querrey e Victor Troicki, da Sérvia, apenas cumprirá tabela. Na fase seguinte, os sérvios enfrentarão a Croácia, que despachou o Equador por 5 a 0.

Fechando o confronto entre croatas e equatorianos, Antonio Veic superou Julio César Campozano por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 7/6 (7/4). Em seguida, Ivan Dodig ganhou de Iván Endara por 6/1 e 6/3. Como não iriam interferir no resultado final do confronto, as partidas deste domingo foram disputadas em apenas três sets.

Ainda neste domingo, a Espanha encerrou sua participação na primeira rodada da Davis com a vitória de Nicolas Almagro sobre Marco Chiudinelli por 6/1 e 6/3. Dessa forma, os espanhóis, atuais bicampeões, venceram o duelo por 4 a 1.

Mais cedo, Julien Benneteau derrotou Benjamin Becker por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, no último duelo entre França e Alemanha. Os franceses, que haviam garantido a classificação no sábado, levaram a melhor na série, por 4 a 1.

Na Bélgica, os donos da casa, já eliminados pelos checos, encerraram sua participação com uma vitória neste domingo. Steve Darcis venceu Jan Hajek por 2 sets a 1, parciais de 7/6 (8/6), 1/6 e 6/4. Na sequência, Lukas Dlouhy superou Christophe Rochus por 2 a 1 – 1/6, 7/6 (7/3) e 7/5 – e faturou o quarto triunfo da República Checa.

Nas quartas de final, os checos vão encarar o vencedor do confronto entre Chile Israel. Favoritos, os chilenos estão liderando a série com duas vitórias.