Com cinco brasileiros em campo, o Shakthar Donetsk estreou no grupo E da Liga dos Campeões nesta quarta-feira, vencendo por 2 a 0 o Nordsjaelland, da Dinamarca, na Arena Donbass, na Ucrânia.

Apesar do exército de jogadores do país pentacampeão do mundo, quem decidiu a partida foi um armeno: o meia-atacante Henrik Mkhitaryan, que marcou um gol em cada tempo, garantindo a vitória da equipe da casa.

O time ucraniano entrou em campo com quatro brasileiros na equipe titular: Fernandinho, Ilsinho, Willian e Luiz Adriano. Além deles, Douglas Costa e Alex Teixeira foram relacionados, assim como Eduardo da Silva, naturalizado croata. No Nordsjaelland, a boa notícia era a confirmação do atacante Beckmann, que se recuperou de lesão.

E como era de se esperar foi com participação constante de peças verde e amarelas que o Shakhtar buscou levar perigo ao adversário dinamarquês. Luiz Adriano e Willian foram os primeiros a ameaçar o gol de Hansen.

O gol do Shakhtar, contudo, saiu dos pés de Mkhitaryan aos 44 do primeiro tempo. É claro que não poderia faltar o nome de um brasileiro no lance que valeu a abertura de placar para os ucranianos. O passe para o gol foi de Luiz Adriano, ex-centroavante do Internacional.

Na etapa complementar, o Nordsjaelland começou a partida tentando pressionar os donos da casa desde o começo, fazendo aparecer o goleiro Pyatov. Aos poucos o Shakhtar freou a possível reação do adversário e começou a levar perigo, quase sempre com Mkhitaryan.

Tentando colocar sua equipe ainda mais a frente, o técnico Mircea Lucescu lançou Alex Teixeira no lugar de Ilsinho, aos 25 do segundo tempo. Pouco depois foi a vez de Luiz Adriano deixar a partida para dar lugar a Devic.

Aos 31, pouco depois da segunda alteração, o armeno Mkhitaryan apareceu bem mais uma vez, e balançou as redes novamente, aumentando a vantagem do Shaktar.

Logo depois do gol, a terceira substituição no Shakhtar também envolveu brasileiros: saiu Willian e entrou Douglas Costa. Com a equipe dinamarquesa entregue, restou ao Shakhtar administrar a vantagem e comemorar a primeira vitória na competição continental, que lhe valeu a liderança da chave após a primeira rodada.

Ficha técnica:.

Shakhtar Donetsk: Pyatov; Srna, Kucher, Rakitskiy e Rat; Fernandinho, Hübschman, Ilsinho (Alex Teixeira), Mkhitaryan e Willian (Douglas Costa); Luiz Adriano (Devic). Técnico: Mircea Lucescu.

Nordsjaelland: Hansen; Parkhust, Okore, Runge e Mtiliga; Adu, Stokholm, Lorentzen (Nordstrand), Christensen (Christiansen) e John (Laudrup); Beckmann. Técnico: Kasper Hjulmand.

Árbitro: Pawel Gil (Polônia), auxiliado pelos compatriotas Piotr Sadczuk e Marcin Borkowski.

Cartões amarelos: Luiz Adriano e Srna (Shaktar) Hansen, Christensen, Lorentzen, John e Mtiliga (Nordsjaelland).

Gols: Mkhitaryan (2) (Shakhtar).

Estádio: Arena Donbass, em Donetsk (Ucrânia).