O Arsenal levou um susto, mas estreou na Liga dos Campeões 2012/2013 com uma vitória por 2 a 1 sobre o Montpellier fora de casa, liderando o grupo B junto ao Schalke 04, que derrotou o Olympiacos pelo mesmo placar em Atenas.

Belhanda colocou o atual campeão francês em vantagem diante dos ‘Gunners’, mas Podolski e Gervinho fizeram os gols dos ‘Gunners’ antes dos 20 minutos de jogo. No outro duelo do grupo, Höwedes fez 1 a 0 pra o Schalke, Abdoun igualou e o artilheiro Hunterlaar desempatou para a equipe alemã.

A chave viverá sua segunda rodada no dia 3 de outubro, quando o Arsenal enfrentará o Olympiacos no estádio Emirates e o Montpellier visitará o Schalke.

O primeiro gol do jogo no estádio La Mosson, em Montpellier, foi do time da casa. Vermaelen cometeu pênalti em Belhanda, que foi para a bola, cobrou com cavadinha e fez 1 a 0 para o atual campeão francês, aos nove minutos da etapa inicial.

A reação do Arsenal, porém, aconteceu rapidamente. Aos 16, Giroud, jogador contratado pelos ‘Gunners’ junto ao adversário há menos de dois meses, tocou para Podolski, que bateu colocado no canto e empatou.

Dois minutos depois, aconteceu a virada dos visitantes. Gervinho passou na direita para Jenkinson, que devolveu no meio. O marfinense se antecipou à marcação e deixou o dele.

O ritmo da partida caiu após os três gols, e apenas um lance de maior perigo aconteceu antes do intervalo. Aos 34 minutos, Cabella arriscou da direita e o goleiro Vito Mannone defendeu com a ponta dos dedos.

O Montpellier quase empatou logo aos dez minutos da etapa final. Cabella bateu colocado, com estilo, e venceu Mannone, mas a bola bateu caprichosamente na trave.

O Arsenal administrou a vantagem através de trocas de passe, ficando mais com a bola que o adversário. Os franceses ainda tentaram algumas vezes, como aos 35 minutos, quando Belhanda ficou de frente para o goleiro e chutou em cima dele, mas foi mesmo derrotado.

Em Atenas, no estádio Georgios Karaiskakis, o jogo foi movimentado desde o início e, embora o time grego tenha tido maior posse de bola, foi o Schalke que abriu o placar, aos 41 minutos do primeiro tempo. Farfán cobrou escanteio, Höwedes apareceu na primeira trave e cabeceou firme, tirando do goleiro.

Os gols que “ameaçavam” sair na etapa inicial finalmente aconteceram após o intervalo. Aos 13 minutos, Abdoun aproveitou falha feia da zaga alemã e tocou por baixo do goleiro.

Entretanto, não houve muito tempo para que a torcida grega comemorasse, já que o Schalke desempatou um minuto depois. Holtby e Jones trocaram passes, e a bola chegou até Huntelaar, que encheu o pé e estufou a rede.

O Olympiacos foi para cima, e a equipe de Gelsenkirchen até teve alguns contra-ataques, mas o placar ficou mesmo em 2 a 1 a favor dos visitantes.