O Arsenal pouco sentiu a ausência de Cesc Fábregas nesta terça-feira. E mesmo sem contar com um de seus principais jogadores, a equipe inglesa massacrou o Porto por 5 a 0, em Londres, e garantiu vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. O próximo adversário será decidido por sorteio.

Uma certa tensão pelo lado inglês marcava o confronto desta terça. Depois de perder o jogo de ida por 2 a 1, o Arsenal precisava vencer em casa para avançar. Cenário que parecia um pouco mais complicado após a confirmação da ausência de Fábregas, por conta de uma lesão muscular na coxa direita sofrida na vitória sobre o Burnley, sábado.

Mas sem a presença do astro espanhol, o atacante Nicklas Bendtner brilhou. O dinamarquês marcou três vezes no massacre desta terça-feira, o primeiro deles logo aos 10 minutos aproveitando sobra na área, gol que tranquilizou o Arsenal na partida.

Mesmo em vantagem, os ingleses seguiram melhor. E novamente Bendtner marcou aos 25 minutos, após boa jogada do meia russo Arshavin. Com o atacante brasileiro Hulk atuando isolado na frente, o Porto pouco produzia. O Arsenal só não foi com vantagem maior para o segundo tempo porque o goleiro Hélton teve boa atuação, apesar da goleada.

A tentativa de reação portuguesa, que até voltou melhor na etapa final, foi praticamente encerrada por Nasri aos 18 minutos. Depois de fintar três marcadores, o francês bateu cruzado e marcou um lindo gol.

Com a boa vantagem, o Arsenal aproveitou para consolidar a goleada. Apenas três minutos depois do terceiro gol, Eboué ampliou após jogada de Arshavin. E já no último minuto, Bentner marcou de pênalti e finalizou sua tarde inspirada.