Às vésperas do US Open, Novak Djokovic subiu quatro posições no ranking da ATP, atualizado nesta segunda-feira. O sérvio foi o tenista que mais ganhou colocações no Top 10 em razão do título do Masters 1000 de Cincinnati, conquistado neste domingo, nos Estados Unidos. Com o triunfo, ele subiu para o sexto lugar.

Na final, Djokovic derrotou o rival suíço Roger Federer em sets diretos. A grande vitória fez ainda o sérvio “fechar” a série de torneios Masters 1000, criada em 1990. Ele se tornou o primeiro da história a obter tal feito. Em Cincinnati, o único torneio que faltava, ele já havia sido vice-campeão por cinco vezes.

Com seu segundo título da temporada – o anterior foi o de Wimbledon -, Djokovic se aproximou dos líderes do ranking, embora tenha chances remotas de brigar pelo topo nas próximas semanas. Isso porque o líder Rafael Nadal ostenta 10.040 pontos, seguido de Federer, com 7.080. O espanhol, que esteve ausente em Cincinnati, defenderá os pontos do título no US Open, que terá início no dia 27, em Nova York.

O argentino Juan Martín del Potro sustentou o terceiro lugar do ranking, seguido pelo alemão Alexander Zverev. A primeira mudança no Top 10 acontece no quinto posto, agora ocupado pelo sul-africano Kevin Anderson, que subiu uma posição. Djokovic é o novo sexto colocado. O croata Marin Cilic continua em sétimo.

Na sequência, vêm dois tenistas que perderam terreno na restrita lista. O búlgaro Grigor Dimitrov, eliminado por Djokovic nas oitavas de final em Cincinnati, caiu três posições, para o oitavo lugar. E o austríaco Dominic Thiem perdeu um posto, figurando agora em nono. Já o belga David Goffin subiu uma posição e voltou ao Top 10.

Entre os brasileiros, Thiago Monteiro ganhou três colocações na lista da ATP. O número 1 do Brasil ocupa agora o 119º posto. Já Rogério Dutra Silva perdeu duas posições e figura em 151º. Já Guilherme Clezar deu um salto de 32 colocações e aparece agora em 204º. Já João Menezes e Thomaz Bellucci caíram quatro e duas posições, respectivamente, para 296º e 311º.

Nesta semana, o circuito terá apenas um torneio em disputa, que será encarado como preparação final por alguns tenistas para o US Open. Será o Torneio de Winston-Salem, de nível ATP 250, também nos Estados Unidos.

Confira a lista dos 20 primeiros colocados do ranking:

1.º – Rafael Nadal (ESP), 10.040 pontos

2.º – Roger Federer (SUI), 7.080

3.º – Juan Martín del Potro (ARG), 5.500

4.º – Alexander Zverev (ALE), 4.845

5.º – Kevin Anderson (AFS), 4.615

6.º – Novak Djokovic (SER), 4.445

7.º – Marin Cilic (CRO), 4.445

8.º – Grigor Dimitrov (BUL), 3.790

9.º – Dominic Thiem (AUT), 3.485

10.º – David Goffin (BEL), 3.435

11.º – John Isner (EUA), 3.220

12.º – Pablo Carreño Busta (ESP), 2.380

13.º – Diego Schwartzman (ARG), 2.380

14.º – Fabio Fognini (ITA), 2.190

15.º – Stefanos Tsitsipas (GRE), 2.042

16.º – Kyle Edmund (ING), 1.985

17.º – Lucas Pouille (FRA), 1.915

18.º – Jack Sock (EUA), 1.815

19.º – Roberto Bautista Agut (ESP), 1.810

20.º – Borna Coric (CRO), 1.780

119.º – Thiago Monteiro (BRA), 475

151.º – Rogério Dutra Silva (BRA), 385

204.º – Guilherme Clezar (BRA), 276

296.º – João Menezes (BRA), 168

311.º – Thomaz Bellucci (BRA), 155