O calvário do ASA na Série B do Campeonato Brasileiro continua. Neste sábado, o time alagoano chegou ao nono jogo sem vitória ao ser derrotado pelo Ceará por 3 a 2, no estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL), e segue cada vez mais afundado na lanterna. O jogo foi válido pela 27.ª rodada.

O retrospecto do time alagoano é de oito derrotas e um empate. Com isto, segue em último com 23 pontos, cinco atrás do primeiro clube fora da zona de rebaixamento. E estreou o técnico Heron Ferreira no lugar de Ricardo Silva. O Ceará, por outro lado, segue subindo na tabela de classificação e chegou ao oitavo lugar com 41 pontos.

Tentando contornar a crise que assola o clube nesta etapa da Série B, o ASA procurou o gol nos minutos iniciais. Didira e Valdívia tentaram de fora da área e assustaram o goleiro Fernando Henrique. O time, porém, seguia sofrendo com problemas defensivos. Na primeira boa triangulação, o Ceará conseguiu abrir o placar. Lulinha recebeu passe de Dinelson, após corta-luz na entrada da área, e bateu de perna esquerda, sem chances para Gilson.

Com o gol, o Ceará recuou bastante, tentando segurar o adversário no meio de campo. O ASA, por sua vez, pressionou, sempre pelo meio com Didira e Valdívia. A dupla funcionou no final da primeira etapa, quando o ASA empatou. Aos 44 minutos, Didira encontrou Valdívia livre dentro da área. Com tranquilidade, o meia dominou e bateu na saída de Fernando Henrique.

A volta dos vestiários foi bastante movimentada. Logo aos sete minutos, o Ceará teve um pênalti desperdiçado por Magno Alves. No lance, o volante recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Seis minutos depois, porém, o artilheiro não perdoou e recolocou o Ceará na frente. Magno Alves recebeu passe e bateu no contrapé de Gilson. Inconformado com o placar, os torcedores do ASA começaram a arremessar todo tipo de objeto dentro do gramado. Chinelos, pilhas e até um celular foram parar dentro de campo.

Se aproveitando da instabilidade do adversário, o Ceará foi para cima e conseguiu ampliar o marcador com Léo Gamalho. Os donos da casa ainda tiveram forças para diminuir. Wanderson aproveitou bate-rebate dentro da área, recebeu de Elionar Bombinha e marcou. No final, o ASA pressionou, cansou de cruzar bolas na área, mas manteve a má fase.

Os dois times voltam a campo nesta terça-feira, quando a Série B terá a 28.ª rodada completa. O ASA tem duelo direto contra o Atlético Goianiense, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, às 19h30. Um pouco mais tarde, às 21h50, o Ceará recebe o Bragantino, na Arena Castelão, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

ASA 2 x 3 CEARÁ

ASA – Gilson; Diogo Silva, Cássio, Edson Veneno e Tallyson; Jorginho (Diego Clementino), Glaybson (Osmar), Djair (Wanderson) e Didira; Valdívia e Elionar Bombinha. Técnico: Heron Ferreira.

CEARÁ – Fernando Henrique; Marcos, Potiguar, Diego Ivo e Hélder Santos (Hélder Maurílio); João Marcos, Ricardinho (Diogo Orlando), Dinelson (Xaves) e Lulinha; Magno Alves e Léo Gamalho. Técnico: Sérgio Soares.

GOLS – Lulinha, aos 17, e Valdívia, aos 44 minutos do primeiro tempo; Magno Alves, aos 13, Léo Gamalho, aos 29, e Wanderson, aos 35 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Diogo Silva e Jorginho (ASA); Hélder Santos, Helder Maurílio, Ricardinho e Dinelson (Ceará).

CARTÃO VERMELHO – Diogo Silva (ASA).

ÁRBITRO – Leandro Junior Hermes (PR).

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca (AL).