Há exatos 23 dias a bola não rola no futebol brasileiro. Até a disputa dos estaduais, da Copa do Brasil, da Libertadores e da Sul-Americana, a dupla Atletiba vivia uma montanha-russa dentro de campo. Ao mesmo tempo em que os dois times chegaram à paralisação entre os melhores ataques do Brasileirão, também tinham as piores defesas entre os 20 clubes da elite. O levantamento é da Footstats.

Com 24 gols marcados, o Coritiba aparece em sexto na classificação, atrás apenas de Flamengo (36 gols), Fluminense (32), Atlético-GO (27), Fortaleza (25) e Bahia (25).

No entanto, devido à diferença de competições disputadas, as equipes têm números distintos de partidas disputadas. Com isso, o Coxa tem, ao lado do Dragão, a terceira melhor média de gols, com dois marcados por jogo. À frente, somente Flamengo (2,2) e Fluminense (2,1).

+ Podcast De Letra: Os injustiçados do futebol paranaense

Já o Athletico aparece logo atrás do rival, com 23 gols marcados, junto com o Inter, mas leva vantagem em relação aos gaúchos pela média (1,6 contra 1,5). Em termos da média, aliás, o Furacão também fica melhor posicionado, aparecendo em quinto, superando o Bahia (1,4).

Outro lado

Se os ataques foram bem, as defesas da dupla Atletiba deixaram a desejar nestes primeiros meses de 2020. Com 17 gols sofridos, o Athletico tem a pior zaga da Série A. O segundo pior é o Botafogo, que foi vazado 15 vezes, mas, em média por jogo, fica ao lado do Furacão, ambos com 1,2 gols sofridos por partida.

O Coritiba, por sua vez, com 11 gols sofridos aparece, ao lado de Atlético-MG e Ceará, na sétima posição entre os piores, cada um com 11 gols sofridos. A média do Coxa (0,9), porém, é pior que a do Galo (0,8) e do Vozão (0,7). Aliás, nesse quesito, o Alviverde fica em quarto lugar, junto com o Sport, à frente apenas do Rubro-Negro, Botafogo e Corinthians.

Confira os melhores ataques*:

1º – Flamengo – 36 gols (2,2 por jogo)
2º – Fluminense – 36 gols (2,1 por jogo)
3º – Atlético-GO – 27 gols (2 por jogo)
4º – Fortaleza – 25 gols (1,7 por jogo)
5º – Bahia – 25 gols (1,4 por jogo)
6º – Coritiba – 24 gols (2 por jogo)
7º – Athletico – 23 gols (1,6 por jogo)
8º – Internacional – 23 gols (1,5 por jogo)
9º – Ceará – 22 gols (1,4 por jogo)
10º – Palmeiras – 20 gols (1,6 por jogo)
11º – Grêmio – 20 gols (1,5 por jogo)
12º – Goiás – 20 gols (1,3 por jogo)
13º – Atlético-MG – 19 gols (1,4 por jogo)
14º – São Paulo – 18 gols (1,5 por jogo)
15º – Sport – 17 gols (1,5 por jogo)
16º – Corinthians – 14 gols (1,1 por jogo)
17º – Red Bull Bragantino – 13 gols (1,3 por jogo)
18º – Santos – 13 gols (1,1 por jogo)
19º – Botafogo – 12 gols (1 por jogo)
20º – Vasco – 8 gols (0,5 por jogo)

Confira as melhores defesas*:

1º – Atlético-GO – 4 gols sofridos (0,3 por jogo)
2º – Palmeiras – 5 gols sofridos (0,4 por jogo)
3º – Internacional – 7 gols sofridos (0,4 por jogo)
4º – Red Bull Bragantino – 7 gols sofridos (0,7 por jogo)
5º – Fortaleza – 9 gols sofridos (0,6 por jogo)
6º – Grêmio – 9 gols sofridos (0,6 por jogo)
7º – Santos – 9 gols sofridos (0,7 por jogo)
8º – São Paulo – 9 gols sofridos (0,7 por jogo)
9º – Bahia – 10 gols sofridos (0,5 por jogo)
10º – Fluminese – 10 gols sofridos (0,6 por jogo)
11º – Vasco – 10 gols sofridos (0,7 por jogo)
12º – Ceará – 11 gols sofridos (0,7 por jogo)
13º – Atlético-MG – 11 gols sofridos (0,8 por jogo)
14º – Coritiba – 11 gols sofridos (0,9 por jogo)
15º – Flamengo – 12 gols sofridos (0,7 por jogo)
16º – Goiás – 12 gols sofridos (0,8 por jogo)
17º – Corinthians – 12 gols sofridos (1 por jogo)
18º – Sport – 15 gols sofridos (0,9 por jogo)
19º – Botafogo – 15 gols sofridos (1,2 por jogo)
20º – Athletico – 17 gols sofridos (1,2 por jogo)

*levantamentos feitos pelo Footstats

+ Mais da dupla Atletiba:

+ CBF pretende finalizar todos os campeonatos e Brasileirão pode ter mudanças
+ Turner quer romper com o Brasileirão; Veja situação de Athletico e Coxa
+ Coritiba negocia renovação com dupla e vai atrás de atacante do Flamengo
+ Lucho González revela que quer se aposentar no Athletico