O futebol brasileiro está oficialmente de férias. Por conta da disputa da Copa América no Brasil, os principais torneios do país ficarão um mês sem jogos. Tempo para ajustar a casa, buscar reforços e resolver pendengas e crises internas. Veja como será o cronograma de Athletico, Coritiba e Paraná Clube:

Athletico

O Furacão terá folga e retorna aos trabalhos no dia 24 de junho. O clube está programando amistosos de preparação. San Lorenzo e River Plate, do Uruguai, são cotados como possíveis adversários. Durante o período de treinos, Tiago Nunes promete ficar “internado” com os atletas no CT do Caju para a sequência pesada de jogos.

+ Leia mais: Em momento mágico de sua história, Athletico convive com problemas como visitante

O Furacão volta a jogar dia 10 de julho (horário a confirmar) contra o Flamengo, pela Copa do Brasil. Em julho, o clube ainda tem o duelo de volta contra o clube carioca e encara os dois jogos contra o Boca Juniors, pelas oitavas de final da Libertadores.

Incomodado com a irregularidade do time, o técnico Tiago Nunes cobrou reforços da diretoria. Principalmente se o lateral Renan Lodi, o zagueiro Léo Pereira e o meia Bruno Guimarães forem negociados. Um zagueiro, um meia armador e um centroavante são as principais carências.

O zagueiro Léo Pereira é uma das revelações do Furacão que possui proposta do futebol estrangeiro. Foto: Felipe Rosa.
O zagueiro Léo Pereira é uma das revelações do Furacão que possui proposta do futebol estrangeiro. Foto: Felipe Rosa.

Coritiba

O Coritiba está de folga e volta a trabalhar dia 20 deste mês. Pressionado no cargo, o técnico Umberto Louzer foi mantido pela diretoria. Quem deixou o clube foi o auxiliar Alessandro. Mozart, que comandava o time aspirante, é quem assume o cargo.

+ Confira também: Coritiba tem temporada de pressão e incertezas

O zagueiro Alan Costa está de saída. Ele teria se negado a ficar no banco de reservas e foi afastado. Por outro lado, o defensor promete “contar a verdade sobre os fatos” na reapresentação do elenco e nega a versão da diretoria. Já os atacantes Welinton Júnior e Arancibia, que não foram relacionados na última partida, seguem no grupo.

O clube deve apresentar reforços pontuais. Um zagueiro é a prioridade.

O atacante Rodrigão segue sendo a principal aposta do Coritiba. O clube, porém, ainda busca reforços pontuais pra ajudar o artilheiro. Foto: Hedeson Alves.
O atacante Rodrigão segue sendo a principal aposta do Coritiba. O clube, porém, ainda busca reforços pontuais pra ajudar o artilheiro. Foto: Hedeson Alves.

Paraná Clube

De folga até o dia 20 de junho, o principal objetivo do Paraná é contratar um novo diretor de futebol. André Mazzuco deixou o clube e acertou com o Vasco. Enquanto isso, o Tricolor, do técnico Matheus Costa, analisa nomes no mercado para comandar o futebol para depois focar nas contratações.

+ Relembre: Paraná Clube viveu dias tenebrosos, mas virou a página em 2019

Quem deve deixar o Tricolor é o meia Jhonny Lucas. O jovem de 19 anos acertou com o empresário de Lukaku para encontrar um novo clube na Europa. O Paraná tem 100% dos direitos do atleta e espera vende-lo por 4 milhões de euros (cerca de R$ 17 milhões).

Já o Paraná Clube busca um centroavante para disputar posição com Jenison. Foto: Felipe Rosa.
Já o Paraná Clube busca um centroavante para disputar posição com Jenison. Foto: Felipe Rosa.