Após um mês de férias “forçadas” por causa da pandemia do novo coronavírus, os elencos de Athletico, Coritiba e Paraná retornaram aos trabalhos nesta semana.

Apesar de algumas diferenças entre eles, a estratégia é começar os trabalhos com os jogadores em casa, no que é conhecido por “home office”. Enquanto isso, não há perspectiva para o retorno das competições no país.

Paraná

No Tricolor, o preparador físico Fabiano Rosenau explicou que a ideia é iniciar os trabalhos agora de forma gradativa. “É adaptação, não é nada no alto rendimento ainda”.

O clube planejou retornar as treinos presenciais, em pequenos grupos, no dia 11, e com o grupo completo no dia 18, mas isso ainda depende das recomendações futuras das autoridades sanitárias.

Coritiba

No Coxa, a grande novidade é que, apesar de também fazerem os treinos de casa, na última segunda-feira (4) os jogadores foram ao clube, em pequenos grupos, para a realizações de exames e para tomarem a vacina contra o H1N1.

O clube conta com a ajuda do infectologista Jaime Rocha para que todas as atividades necessárias ocorram com o menor risco possível. Agora o elenco segue com trabalhos online e no aguardo de uma definição sobre o futuro calendário da equipe.

Rafinha realizou exames após as férias no Coxa. Foto: Divulgação

Athletico

No Furacão o caminho é o mesmo, com instruções via internet e treinamento em casa. O clube segue na espera da liberação das autoridades de saúde para programar uma data para o retorno dos trabalhos no centro de treinamento.

“Mesmo durante as férias, o clube nos deu todo o suporte e apoio. Agora, com esse retorno, teremos todo o trabalho da preparação física para treinarmos ainda mais. Não temos a certeza de quando as coisas vão melhorar, então não perder tanto o condicionamento é importante”, argumentou o meia Lucho, em entrevista ao site do Athletico.

O encontro entre jogadores e comissão técnica agora precisa ser online. Foto: Divulgação.

+ Mais do futebol paranaense:

+ Walter coleciona polêmicas desde que deixou o Athletico
+ Estudando pra ser treinador, Alex descarta trabalhar no Athletico
+ Com medidas de saúde e atendimento via whats, Coritiba reabre loja


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?