Após o Athletico alcançar a terceira vitória no Brasileirão, ao vencer o líder Atlético-MG por 2×0, nesta quarta-feira (18), no Mineirão, o técnico Paulo Autuori adotou um discurso de pés no chão. Segundo o experiente treinador, o Furacão ainda deverá oscilar na disputa.

“Todas as equipes vão oscilar. Está na hora de entender isso. É um ano atípico com uma quantidade de jogos absurda”, analisou, em entrevista coletiva, em referência também aos impactos da pandemia na competição.

O próprio Galo, derrotado pelo Rubro-Negro, teve mais de dez casos de Covid-19 antes da partida. Além disso, Autuori voltou a citar a sequência de jogos, sem muito tempo para treinamentos, e até mesmo as dificuldades de logística enfrentadas pelos clubes.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

O Athletico enfrentou verdadeira maratona para chegar à capital mineira. Por causa do mau tempo, o vôo atleticano acabou desviado para o Galeão, no Rio de Janeiro, antes de poder seguir para o destino final em Belo Horizonte.

“Só há uma maneira de recuperar totalmente para que a equipe vá bem coletivamente: alimentação, hidratação, repouso e treino. Esses dois últimos estão sendo difíceis de conseguir e só assim para mantermos o nível de densidade”, reforçou.

De qualquer forma, o triunfo sobre o líder do Brasileirão traz moral ao Furacão. A equipe chegou a ficar sete jogos sem vencer na disputa e frequentou a zona de rebaixamento nas últimas seis rodadas consecutivas.

Com a vitória sobre o Atlético-MG, por outro lado, saltou para a décima posição. Agora, o time tem pela frente o duelo com o Santos, no sábado (21), pela Série A, e depois encara o River Plate, na terça-feira (24), pela Libertadores. Os dois jogos serão na Baixada.

+ Mais do Furacão:

+ Assista aos gols da vitória do Athletico sobre o Atlético-MG
+ Cristian Toledo: Furacão soube sofrer, mas também soube ganhar


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?