A final da Taça Dirceu Krüger entre Athletico e Coritiba poderá ser a chance de ouro para os garotos do Rubro-Negro mostrarem que podem brigar por uma vaga no time principal. Isso porque com a proximidade do fim do calendário da equipe de aspirantes, os jogadores que estão tendo destaque querem fazer parte do grupo do técnico Tiago Nunes. O clássico, que decidirá o vencedor da segunda parte do Campeonato Paranaense, acontecerá nesta quarta-feira (10), a partir das 21h30, na Arena da Baixada.

Entre os jovens atletas que estão fazendo uma boa campanha no Estadual e pedindo passagem estão o zagueiro Lucas Halter, o lateral-direito Khellven, os volantes Erick e Christian, o meia Matheus Anjos e os atacantes Vitinho e Jáderson. A idade deles varia entre 18 a 21 anos.

+ Leia mais: Campeonato Paranaense vai diminuir em 2020

Desses, apenas Erick não é oriundo das categorias de formação do Athletico. O jogador, que veio do Operário, inclusive, está inscrito na Copa Libertadores e chegou a viajar com o grupo para a Colômbia para o jogo diante do Tolima, mas ficou no banco de reservas. O volante tem dez jogos com a camisa do Furacão e dois gols marcados.

Mostrando bom futebol, Khellven, de 18 anos, também pode ter uma chance. O atleta já fez seis jogos na temporada e assinalou seu primeiro gol como profissional no último sábado (6), na vitória por 3×0 diante do Rio Branco.

+ Confira também: Athletico x Coritiba: Veja o provável time do Furacão!

Lucas Halter, de 18 anos, é outro que vem tendo destaque. Com oito jogos neste ano, ele já marcou dois gols no Campeonato Paranaense. No ano passado, chegou a ser convocado para a seleção brasileira sub-20. O atacante Vitinho, de 20 anos, também soma seis partidas e tem dois gols assinalados neste ano. O jogador não é um novato no time de aspirantes, pois no ano passado também fez parte do grupo que disputa o Estadual.

O meia Matheus Anjos, que já atuou na equipe principal em 2017 e no Estadual em 2018, também é um atleta que mostra ter condições de ser aproveitado no grupo principal. Este ano foram 11 participações e três gols marcados.

+ Confira a tabela e a classificação do Campeonato Paranaense!

Além das “joias” da base, outros que permanecem no grupo de Rafael Guanaes podem estar esperando uma vaga com Tiago Nunes. Entre eles estão os meias Marquinho, de 32 anos, e o atacante Bergson, de 28. O centroavante também está inscrito na Libertadores e fez parte da equipe principal no ano passado, inclusive participando da campanha da conquista da Sul-Americana.

Alguns atletas que iniciaram a temporada na equipe de aspirantes já foram promovidos, como o zagueiro Robson Bambu e o atacante Anderson Plata. Assinalando que esses jogadores terão chances de serem promovidos após a participação do time no Paranaense, o técnico Rafael Guanaes, em diversas entrevistas, fez questão de destacar que o objetivo do time de aspirantes é justamente trabalhar o desenvolvimento dos jovens atletas para poder prepará-los para a equipe principal.

Após a vitória sobre o Rio Branco, o comandante voltou a repetir o discurso. “O propósito da equipe de aspirantes é o desenvolvimento desses jogadores para que eles, em um segundo momento, possam figurar no time principal”, arrematou.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!