Antes mesmo da parada para a Copa América, e tendo uma decisão nesta quinta (30), contra o River Plate, na final da Recopa Sul-Americana, o Athletico correu ao mercado da bola. Sob risco de ficar sem seus três principais zagueiros, o clube negocia o retorno de Rhodolfo, que está no Flamengo, e tenta a contratação de Luiz Felipe, ex-Paraná e hoje no Santos.

+ Serviço: Como assistir à finalíssima da Recopa entre River e Athletico

A tranquila situação para Tiago Nunes no sistema defensivo rubro-negro rapidamente virou dor de cabeça. Uma perda era esperada – Paulo André tinha anunciado que encerraria a carreira na metade do ano para assumir em definitivo um cargo na diretoria de futebol do Furacão. Só que a suspensão preventiva de Thiago Heleno, pego no exame antidoping da Libertadores, alçou Paulo André de novo ao time titular. E o General corre risco de pegar um longo gancho, tirando-o pelo menos do resto desta temporada.

+ Cobertura: Tribuna já está em Buenos Aires esperando o Furacão

Além dos dois veteranos, o Athletico sabe que pode perder Léo Pereira. O defensor, que vive ótima fase, está na mira de grandes clubes europeus. Quarta passada (22), no jogo de ida da final da Recopa, emissários da Internazionale estiveram na Arena da Baixada para ver o jogador. Não foi a primeira vez que isso aconteceu. Portanto, a possibilidade de transferência é grande. Aí, de uma hora para outra, o Rubro-Negro ficaria apenas com Lucas Halter e Robson Bambu para o setor.

+ Histórico: Athletico pode conquistar segundo título internacional

Por isso a diretoria saiu às compras. O primeiro nome foi o de Luiz Felipe. Ao deixar o Paraná, o zagueiro de 25 anos passou longo tempo como titular do Santos, mas sofreu uma lesão, foi operado e voltou em meados do ano passado. Com Jorge Sampaoli, ele virou opção – Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Aguilar são mais utilizados. Por isso o Athletico se interessou. Mas o Peixe não aceita o empréstimo, e sim quer vender os direitos econômicos. E aí a negociação empacou, mas com o Furacão ainda buscando uma forma de acertar com o jogador.

+ Brasileirão: Jogo entre Palmeiras e Furacão muda de horário

Rhodolfo tem uma condição mais tranquila para negociar. Também transformado em opção por Abel Braga no Flamengo, o zagueiro de 32 anos tem caminho livre para voltar ao Rubro-Negro – o clube carioca não vai criar dificuldades para a transação.

+ Perigo: Athletico vem tomando gols nos minutos finais das partidas

Há também a possibilidade de Paulo André adiar o fim da carreira até o final do ano, mas certamente sem a mesma carga de jogos que ele vem disputando nos últimos tempos. Daí o interesse do Furacão em trazer dois zagueiros que venham para jogar no segundo semestre.