No duelo de Atléticos, o Athletico levou a melhor na tarde deste domingo (24), no Mineirão. O Galo criou as melhores chances do jogo, mas foi o time paranaense que marcou, aos 41 da etapa final, com Vitinho, que garantiu mais três pontos na tabela.

A vitória aumenta a invencibilidade do rubro-negro fora de casa. Já são três meses sem perder longe da Arena da Baixada. Em oito jogos pelo Brasileirão, o time atleticano conquistou quatro vitórias e quatro empates. Na próxima quarta-feira (27), o Athletico tem um confronto direto na briga pelo G4, contra o Grêmio, na Arena da Baixada, às 21h30.

O Atlético-MG começou melhor o jogo e logo exigiu o goleiro do Furacão. Aos seis minutos, Otero cruzou na área e Fábio Santos, de cabeça, exigiu um milagre do goleiro Santos. O Athletico, que entrou em campo com oito mudanças, melhorou, criou, mas foi o Galo que chegou mais uma vez. Aos 15 minutos, após cobrança de falta rápida, Di Santo saiu na cara do gol e chutou cruzado. A bola bateu na trave e entrou, mas a árbitra Edina Alves Batista viu o impedimento do camisa nove.

+ Confira a classificação da Série A

A notícia ruim do primeiro tempo ficou por conta da lesão do meia Bruno Guimarães, que deixou o campo machucado aos 26 minutos. O volante estava retornando do departamento médico após ficar dois jogos de molho.

O Furacão teve sua melhor chance aos 36 minutos. Nikão cruzou na área, Vitinho apareceu no segundo pau, cabeceou livre, mas mandou para fora e desperdiçou uma grande chance. Enquanto isso, o Galo seguiu superior e incomodou o goleiro Santos, que foi o destaque do primeiro tempo.

O Galo seguiu superior no confronto. Aos 8 minutos, Patrick chegou a balançar as redes, mas a árbitra Edina Alves Batista, com a ajuda do VAR, anulou o gol. O lateral estava em posição de impedimento.

Furacão venceu mais uma. Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Brasil
Furacão venceu mais uma. Foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Brasil

A pressão do Atlético-MG seguiu. Aos 19 minutos, Cazares recebeu bom passe na área e conseguiu ganhar do Santos. Na hora do chute, o meia perdeu o ângulo e resolveu cruzar. Otero chegou de cabeça e acertou o pé da trave.

O jogo ficou morno, poucas chances foram criadas e quanto tudo se encaminhava para o empate, surgiu Vitinho para resolver a parada. Aos 41, ele recebeu na entrada da área e chutou com confiança. A bola acertou o ângulo esquerdo de Cleiton e decretou a vitória do Furacão.

Ficha técnica

BRASILEIRÃO
2º Turno – 34ª Rodada

ATLÉTICO-MG 0x1 ATHLETICO

Atlético-MG
Cleiton; Patric, Léo Silva, Maidana e Fábio Santos; Zé Welison, Otero (Geuvânio), Luan, Cazares (Bruninho) e Marquinhos; Di Santo.
Técnico: Vágner Mancini

Athletico
Santos; Madson, Léo Pereira, Pedro Henrique (Robson Bambu) e Abner Vinicíus; Wellington, Bruno Guimarães (Erick) e Thonny Anderson; Vitinho, Nikão e Marco Ruben (Braian Romero).
Técnico: Eduardo Barros

Local: Mineirão (Belo Horizonte-MG)
Árbitra: Edina Alves Batista (Fifa-SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Gols: Vitinho, 41 do 2º.
Cartões amarelos: Thonny Anderson, Braian Romero (Athletico). Otero e Leonardo Silva (Atlético-MG)
Público: 34.432
Renda: R$ 209.440,00