Com a vitória do Athletico por 1×0 em cima do São Paulo, o Rubro-Negro subiu de posições e voltou à sexta colocação, com 50 pontos. Se mantendo no G6, conforme a meta estipulada desde o início do ano, o elenco do Furacão destacou que a dedicação do elenco em continuar brigando pelo Campeonato Brasileiro, mesmo com a vaga para a Copa Libertadores 2020 garantida, se deve à motivação de todo o grupo. O duelo com o tricolor paulista aconteceu neste domingo (10), no estádio do Morumbi e foi válido pela 32ª rodada da Série A.

A partida foi equilibrada e mesmo que o São Paulo tenha tido uma vantagem em relação ao domínio do jogo, o Furacão soube se defender muito bem e apostava nas bolas longas, na velocidade e no contra-ataque para achar um gol. A estratégia funcionou. Depois de uma reposição do goleiro Santos, Vitinho dominou na esquerda e passou para Cirino, que na entrada da área chutou firme e balançou as redes.

+ Leia mais: Athletico vence o São Paulo no reencontro com Fernando Diniz

O volante Camacho admitiu que o time não conseguiu ter grande volume de jogo, mas destacou a entrega de todo o time em busca da vitória. “Foi um grande jogo, fizemos o que dava para fazer. Acho que o grupo colocou na cabeça que tinha que ser guerreiro, marcar bem e no final tivemos um belo lance que resultou no gol do Cirino e saímos com a vitória”, explicou.

O capitão Wellington, também volante, deixou claro que a postura de brigar até o fim pelo triunfo se deu porque o Furacão é digno de todo esse esforço e a intenção é fazer o time subir cada vez mais de posição no Brasileiro. “Somos profissionais, temos que mostrar nosso trabalho todos os dias com dedicação. Vamos buscar a pontuação para colocar o time onde merece estar, entre os cinco ou entre os quatro”, detalhou.

+ Confira a tabela e a classificação do Brasileirão!

Outro atleta que falou sobre a vontade do elenco em continuar mostrando resultados até o fim da temporada, mesmo, na teoria, não valendo mais nada para o Rubro-Negro, foi o goleiro Santos. O arqueiro, que foi o grande destaque da partida, afirmou que a conquista da Copa do Brasil não decretou o fim do desejo do grupo em vencer.

“Quando fomos campeões traçamos as nossas metas e uma delas foi a de não desistir. Temos muitos objetivos em jogo, alguns deles pessoais, por isso vamos manter o foco até o fim”, concluiu.