O Athletico vem de uma importante série de invencibilidade fora de seus domínios. Com o triunfo por 1×0 em cima do São Paulo, domingo, o time chegou a nove jogos sem perder como visitante no Campeonato Brasileiro. Nesta conta entram seis empates e três vitórias em partidas longe de Curitiba. Na classificação, as somas fora ajudaram o time a estar no topo. O Rubro-Negro é o sexto colocado com 50 pontos – ou seja, está dentro do que estipulou no início da temporada.

Se para muitos há um estigma de que o Furacão é melhor quanto atua em seus domínios, os números mostram que não é bem assim. Como visitante, na Série A, o time tem o sexto melhor desempenho da disputa, ficando atrás de Flamengo, Santos, Palmeiras, Grêmio e São Paulo. Já como mandante, a equipe perde uma posição e fica em sétimo, aparecendo depois de Flamengo, Palmeiras, Santos, Internacional, Grêmio e Corinthians.

+ Leia mais: Bruno Guimarães é cortado da seleção brasileira

O grupo atleticano, inclusive, sofreu seu último placar negativo dentro de casa. No dia 13 de outubro, o time perdeu para o Flamengo por 2×0 na Arena da Baixada. Porém, contando os compromissos em que foi ‘forasteiro’, a última derrota do time na competição foi no dia 24 de agosto, no revés por 2×1 para o Grêmio, em Porto Alegre. Nesta sequência sem derrotas, o Furacão empates com Santos, Vasco, Chapeconese, Palmeiras, Internacional (todos em 1×1) e Corinthians (2×2). Já as vitórias longe da Arena da Baixada foram em cima do Bahia e Fluminense (por 2×1) e do São Paulo (1×0).

Vale destacar que em números de vitórias, o time ainda tem melhores números em casa: 9 triunfos em casa, contra 5 fora ao longo do Brasileirão. Porém, a lista de aproveitamento dentro e fora de casa favorece o Furacão no ranking porque todos os times tiveram superioridade mandando os jogos. Com isso, consequentemente, a média baixou para todos como visitante.

+ Confira a classificação completa do Brasileirão!

Os bons resultados que o Athletico confirmou fora da Arena tem sido importantes na briga do time pelas primeiras posições. O técnico interino Eduardo Barros, lembrou o quanto, mesmo o Furacão já estando garantido na Copa Libertadores de 2020, os objetivos seguem existindo. “Temos uma meta muito clara de se posicionar no G6. A primeira meta é estar lá e temos competência e possibilidade de conseguir ao final do Brasileiro”, garantiu. O Furacão voltará a campo no domingo, dia 17, frente ao Botafogo. A partida terá início às 18h e será válida pela 33ª rodada.